PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Hypera recua após apresentar lucro de R$ 267,2 milhões no terceiro trimestre

28/10/2019 10h22

Nos primeiros negócios da manhã desta segunda-feira na bolsa paulista, as ações da Hypera Pharma (SA:HYPE3) operam com queda. Na sexta-feira, depois do fechamento dos mercados, a companhia informou que teve lucro líquido de R$ 267,2 milhões no terceiro trimestre, alta de 10,3% sobre um ano antes, resultado influenciado pela redução do imposto de renda, devido ao aumento dos juros sobre capital próprio.

Por volta das 11h00, os ativos tinham perdas de 0,84% a R$ 34,20.

Já o resultado da companhia medida pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) das operações continuadas R$ 297,7 milhões no período, crescimento de 3,3% ano contra ano.

De julho a setembro, a receita líquida da Hypera avançou 6,4% sobre mesma etapa de 2018, atingindo a marca de 1 bilhão de reais pela primeira vez desde que a companhia passou a atuar exclusivamente no mercado farmacêutico.

Segundo a Hypera, a intensificação das ações promocionais, especialmente visitas médicas, para fomentar as vendas pesou sobre as margens no período.

De um lado, a empresa afirma ter ganhado participação de mercado em suas principais nichos de mercado, incluindo produtos de consumo, de prescrição e em genéricos. De outro, a margem Ebitda caiu 0,9 ponto percentual ano a ano, para 29,5%.

O Brasil Plural destaca que a estratégia de desconto promocional mais agressiva fez com que a companhia registrasse apenas um crescimento da receita líquida ligeiramente melhor de 6,4% na base anual, impulsionado pelas vendas 11% maior de sell-out.

Os analistas Felipe Reboredo e Eduardo Nishio avaliam assim, que, noo geral, com as despesas também decepcionantes, um ponto de inflexão ainda pode demorar.