PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Fed corta os juros em 0,25 p.p. em meio a receios com crescimento global

30/10/2019 15h06

Investing.com – O Federal Reserve cortou a taxa de juros em 25 pontos base nesta quarta-feira. O movimento de redução era amplamente aguardado pelo mercado e ocorre em meio a preocupações de uma desaceleração da economia global e o aumento das tensões comerciais.

A decisão do FOMC leva a taxa de juros da maior economia do mundo para o intervalo de 1,5% a 1,75%, de 1,75% a 2,00%. Dados de investimentos e de exportações fracas, apesar de um mercado de trabalho sólido com uma taxa de desemprego baixo e inflação ancorada em níveis baixos, deram fundamento para a decisão.

A decisão foi dividida, com 8 diretores votaram pelo corte de 0,25 p.p e 2 votos pela manutenção das taxas. Diferentemente do comunicado da reunião anterior, foi retirado do comunicado de hoje o trecho que indica ação futura de novos cortes e inclui dependência de dados relacionados ao mercado de trabalho e ao índice de inflação.

Veja o Monitor da Taxa de Juros do Fed

Esse foi o terceiro corte de juros neste ciclo de baixa do Fed, com o banco mantendo sua orientação de que "agiria apropriadamente" para manter vivo o crescimento econômico.

O Fed, contudo, tem sido rápido em conter as expectativas do mercado de que um ciclo longo de cortes poderá ocorrer, após caracterizar os cortes anteriores – em julho e setembro – como um seguro contra riscos negativos de seu cenário.

LEIA MAIS: Acreditemos em Powell: Corte de Juros nos EUA É Apenas um Ajuste de Meio de Ciclo

Essa posição pública dos diretores do Federal Reserve não tem conseguido ancorar as expectativas do mercado, com muitos analistas acreditando que o banco deverá seguir cortando juros, possivelmente levando ao território negativo.

"O Fed não tem ideia do que está fazendo! Temos um potencial ilimitado, que está sendo contido pelo Fed", disse o presidente dos EUA, Donald Trump, em seu Twitter.