PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

B2W tem forte queda após registrar prejuízo de R$ 102,5 milhões no 3º trimestre

31/10/2019 10h44

A varejista de comércio eletrônico B2W (SA:BTOW3) informou na quarta-feira que encerrou o terceiro trimestre do ano com prejuízo líquido de R$ 102,5 milhões, uma queda de 4,9% diante dos R$ 107,8 milhões de um ano atrás. No acumulado do ano, as perdas chegam a R$ 369,3 milhões, ficando 10% acima do apurado no mesmo intervalo de 2018.

Com isso, por volta das 11h07, as ações da companhia operavam com queda de 2,36% a 51,68.

A receita líquida com a venda de produtos e serviços atingiu um total de R$ 1,681 bilhão, crescimento de 8% diante dos R$ 1,556 bilhão em relação ao terceiro trimestre do ano passado. No ano, o montante chega a R$ 4,441 bilhões, 1,5% a menos na base anual.

Assim, o Ebitda ajustado do terceiro trimestre foi de R$ 152,3 milhões, alta de 15,3% diante dos R$ 132,1 milhões de um ano atrás. Assim, em 12 meses, a margem Ebitda avançou de 8,5% para 9,1%.

O BTG Pactual (SA:BPAC11) segue otimista com a B2W (SA:BTOW3) a longo prazo, dada sua estrutura robusta em logística e exposição ao crescente setor de pagamentos no Brasil, o que deve sustentar um crescimento acima da média nos próximos anos, com margens mais saudáveis e dinâmica do fluxo de caixa.

A equipe destaca que, mesmo após o grande desempenho, com BTOW com ganhos de 50% nos últimos três meses, considerando a alta exposição da B2W (SA:BTOW3) a uma perspectiva econômica mais benigna (custos de financiamento mais baixos e melhoria da demanda), a empresa está bem posicionada para ter um bom desempenho no mercado no curto prazo.