PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Lucro líquido 18,8% menor faz papéis da Ser Educacional recuarem 2% na sexta-feira

08/11/2019 11h47

A Ser Educacional (SA:SEER3) informou que teve lucro líquido ajustado de R$ 36,185 milhões no terceiro trimestre, queda de 18,8% em relação ao mesmo período do ano passado, considerando dados comparáveis, segundo dados disponíveis na madrugada desta sexta-feira no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Desta forma, por volta das 11h46, os papéis eram negociados com perdas de 2,00% a R$ 24,00.

No caso do lucro líquido comparável, com os resultados dos trimestres anteriores do exercício de 2018 sob as normas IFRS 16, foi de R$ 23,837 milhões, baixa de 24,4% em relação a igual período do ano passado, quando ficou em R$ 31,538 milhões.

Já para a receita operacional líquida da companhia, o trimestre fechou em R$ 288,910 milhões. O resultado representa crescimento de 1,00% ante a cifra de R$ 286,003 milhões na mesma base de comparação.

No caso do Ebida, ajustado, os números foram de R$ 77,502 milhões, retração de 7,5% em relação ao terceiro trimestre de 2018, com margem 2,5 pontos porcentuais inferior, para 26,8%.

De acordo com a Ser (SA:SEER3), a base total de alunos teve avanço de 10,2% no terceiro trimestre, passando de 146,9 mil alunos para 161,8 mil alunos, em função principalmente do crescimento da base de alunos de ensino a distância em 83,1%.

O BTG Pactual (SA:BPAC11) avalia que, apesar da dinâmica de ganhos branda (algo usual para empresas de educação listadas), a SER ainda é uma das "chamadas de crescimento" mais interessantes no segmento postsec, pois a educação a distância deve gradualmente ganhar impulso uma vez que o recente a forte expansão dos polos segue. Os analistas enxergam o papel negociando a um atraente ~ 11x P / E 2020, mantemos a classificação de compra.