PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

São Martinho recua após registrar lucro abaixo do consenso do mercado

12/11/2019 16h21

A São Martinho (SA:SMTO3) informou que encerrou o segundo trimestre ano safra 2019/20 com lucro líquido de R$ 92,8 milhões, abaixo do consenso de R$ 132 milhões de acordo com dados compilados pela Bloomberg. O resultado reflete alta de 58,6% ante igual período da safra anterior (2T19). Já o lucro caixa da São Martinho somou R$ 116,3 milhões, alta de 80,8% sobre mesmo período da 18/19.

Por volta das 16h10, as ações eram negociadas com queda de 0,73% a R$ 19,06 devido ao desempenho dos resultados não atender a expectativa do mercado.

O EBITDA Ajustado totalizou R$ 387,9 milhões no 2T20 (+22,6%), com margem EBITDA Ajustada de 50,4%. O aumento nominal do indicador reflete principalmente ao maior do volume de vendas de açúcar no período (+34,3%), além do aumento do preço de comercialização de etanol no trimestre (+14,4%) .

A companhia processou 18,9 milhões de toneladas de cana nos primeiros seis meses da safra 19/20. O resultado é uma alta de 2,7% sobre mesmo período da safra 18/19. Reflete, também, melhores condições climáticas no período, notadamente das chuvas que ocorreram no início da safra. Elas permitiram importante recuperação da produtividade média dos canaviais (TCH).

A receita líquida também teve alta de 19,7%, com um total de R$ 770 milhões no trimestre ante os R$ 643,4 milhões do período anterior.

O BTG Pactual (SA:BPAC11) segue vendo a São Martinho (SA:SMTO3) com uma história de transição atraente, oferecendo um rendimento de geração de FCF de dois dígitos, 100% de recompra/pagamento de dividendos, estrutura de capital equilibrada e exposição não apenas a um mercado sólido de etanol, mas também a uma recompensa assimétrica ao risco de açúcar de curto a médio prazo. A iminente implementação do programa RenovaBio também adiciona um risco positivo. A recomendação de compra foi reiterada.