PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Lucro da Natura cai 48,4%, abaixo do consenso; Balanço pesado com compra da Avon

13/11/2019 19h10

O lucro líquido da Natura caiu 48,4% no terceiro trimestre de 2019, em relação a iguais meses do ano passado, para R$ 68,6 milhões. O resultado foi impactado pelas despesas não recorrentes com a aquisição da Avon e por um aumento de investimentos estratégicos.

Isso também se refletiu no Ebitda, que encolheu 17,4% no terceiro trimestre, para R$ 398,9 milhões.

A companhia informou ainda que houve um crescimento da receita líquida consolidada em todos os seus negócios (Natura, The Body Shop e Aesop). No total, a receita chegou a R$ 3,5 bilhões, uma expansão de 7,2% no trimestre e de 8,1% nos nove meses de 2019.

A empresa destacou que o dia de hoje (13/11) foi importante para a conclusão da aquisição da Avon. Isso porque o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou, sem restrições, a recente compra.

"Na data de hoje, foram obtidas todas as aprovações necessárias para efetivação da transação pelos acionistas da Natura (SA:NATU3) e da Avon. A conclusão, esperada para o primeiro trimestre de 2020, está sujeita ao cumprimento de outras condições precedentes, inclusive a aprovação de autoridades de defesa da concorrência em outras jurisdições", disse a companhia, em nota.