PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

JBS avança com notícia de possível follow-on das ações detidas pelo BNDES

19/11/2019 10h32

As ações da JBS (SA:JBSS3) são negociadas com importante valorização na manhã desta terça-feira depois da notícia de que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) contratou as unidades de banco de investimento de Bradesco (SA:BBDC4), BTG Pactual (SA:BPAC11), Itaú Unibanco (SA:ITUB4), Bank of America e UBS para vender parcialmente sua participação na JBS em uma oferta de ações, afirmaram duas fontes com conhecimento do assunto.

Desta forma, os papéis do frigorífico eram negociados com alta de 1,98% a R$ 27,27, por volta das 10h49, uma das maiores altas do Ibovespa.

O BNDES pretende vender 290 milhões de ações, numa oferta de cerca de R$ 7,8 bilhões, segundo uma das fontes. Isso corresponde a cerca de metade da participação de 21,3% do banco na companhia. A Reuters informou na semana passada que o BNDES pediu aos bancos propostas de venda de uma participação no valor de pelo menos R$ 5 bilhões na processadora de carnes.

A venda faz parte dos planos do BNDES de alienar a maior parte de sua carteira de ações de R$ 110 bilhões, enquanto o governo do presidente Jair Bolsonaro tenta reduzir a presença do Estado brasileiro na economia.

O BNDES e os bancos de investimento não responderam imediatamente a um pedido de comentários da Reuters. A JBS (SA:JBSS3) se recusou a comentar.

O jornal O Estado de S. Paulo também havia informado os bancos contratados pelo BNDES para esta oferta.

*Com Reuters