PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Shoppings esperam aumento das vendas de 9% com Black Friday, diz jornal

21/11/2019 09h16

A proximidade de uma das datas mais importantes para o varejo brasileiro, a Black Friday, traz otimismo para o setor de shopping centers, que espera um crescimento de 9% nas vendas na comparação com o mesmo período do ano passado. As estimativas são da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), em nota publicada na edição de quarta-feira da Coluna do Broadcast, do jornal O Estado de S.Paulo.

De acordo com a publicação, o avanço nas vendas deve ser impulsionado pela liberação dos saques do FGTS, e também por um ambiente econômico mais favorável, com inflação e juros baixos e a redução do desemprego, ainda que bastante modesta.

O jornal destaca que, caso as estimativas da entidade sejam confirmadas, será mais um dado positivo para o setor, que já apresenta números positivos no decorrer de 2019. De acordo com a Abrasce, as vendas nos shoppings entre julho e setembro tiveram ganhos de 7,2%, e de 8% desde o início do ano. Outro ponto é que em todo o país, somente neste ano, foram abertos nove shoppings, com mais dois para serem inaugurados até dezembro. Além disso, mais 20 projetos estão em desenvolvimento para 2020.

A coluna destaca que para a Black Friday os consumidores devem realizar gastos que variem entre R$ 300 e R$ 500. A categoria mais popular é a de eletroeletrônicos, seguido de telefonia, artigos de informática e eletroportáteis.

Uma das formas encontradas pelos varejistas para faturarem mais com a data é ampliar o período de promoção, que oficialmente seria na sexta-feira, dia 29. Os estabelecimentos devem ter ofertas especiais até o domingo e, parte das lojas, devem abrir mais cedo, por volta das 8h e 9h, e fechando mais tarde, às 23h ou meia-noite.