PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Triunfo sobe mais de 3% com consórcio protocolando devolução de Viracopos

12/12/2019 12h41

As ações da Triunfo Participações operavam com forte valorização no começo da tarde desta quinta-feira, depois que a concessionária que administra o aeroporto de Viracopos entrou, na noite de ontem, com pedido de novo plano de recuperação judicial. Desta forma, a Aeroportos Brasil oficializa a decisão de devolver o contrato ao governo, que poderá relicitá-lo a outro grupo. As informações são da edição desta quinta-feira do jornal Valor Econômico.

Desta forma, por volta das 12h45, os ativos da Triunfo eram negociados com 3,68% a R$ 1,41.

No plano anterior, a concessionária tinha projeto de reestruturar suas dívidas junto ao BNDES e à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e seguir com a concessão. A concessionária, que além da Triunfo tem a UTC como controladores, está em recuperação judicial desde maio de 2018. Desde então, tenta encontrar saídas para renegociar suas dívidas bilionárias ou vender o negócio diretamente a outra empresa.

Além da devolução amigável, existia também a possibilidade da falência, que poderia ser decretada pelos credores, ou a caducidade, que está em análise em um processo administrativo da Anac.

A publicação explica que a devolução da concessão virou uma uma opção depois de de agosto deste ano, quando foi publicado o decreto que regulamentou o processo. Desde então, esse tem sido o caminho defendido por governo, Anac e BNDES, que têm pressionado fortemente a concessionária a aceitar essa opção.