PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Circum escolhe Morgan Stanley para conduzir uma avaliação estratégica e otimiza estudo de viabilidade

Circum Minerals Ltd.

30/03/2016 21h51

Circum otimiza estudo de viabilidade definitivo para seu projeto de potassa de Danakil e reduz despesas operacionais e despesas de capital; o projeto irá produzir a potassa de menor custo do mundo

A Morgan Stanley foi escolhida para conduzir avaliação estratégica do projeto de Danakil

LONDRES, 30 de março de 2016 /PRNewswire/ -- A Circum Minerals Ltd. ("Circum" ou a "Empresa") anunciou hoje os resultados do Estudo de Viabilidade Definitivo Otimizado ("Optimized DFS -- Definitive Feasibility Study") para seu projeto de potassa na Bacia de Danakil na Etiópia (o "Projeto de Danakil"). O DFS Otimizado melhora diversos parâmetros do projeto estabelecidos no Estudo de Viabilidade Definitivo original, concluído em agosto de 2015 (o "DFS de 2015"). O DFS Otimizado confirma que o Projeto de Danakil da empresa deverá ser um projeto de classe mundial em termos de tamanho e a empresa poderá possivelmente se tornar a produtora de potassa de menor custo do mundo e uma fornecedora importante para os mercados da região da Ásia e do Pacífico.

Destaques do projeto

  • Recursos medidos, indicados e inferidos de 4,9 bilhões de toneladas métricas a 18,1% de cloreto de potássio (KCI);
  • Dados sísmicos sugerem um potencial total de recursos de 12 a 13 bilhões de toneladas métricas;
  • Reservas provadas e prováveis de 107,8 milhões de toneladas métricas de equivalentes de KCI;
  • Produção anual prevista de 2 milhões de toneladas métricas do MOP e 750.000 toneladas métricas do SOP na Fase I;
  • Reservas suportam 26 anos de duração da mina na Fase I, incluindo um período de reforço de três anos;
  • Capital de desenvolvimento para a Fase I de US$ 2,3 bilhões (incluindo contingência), com financiamento de pico de US$ 1,8 bilhão, devido a receitas preliminares da produção inicial;
  • Baixa utilização de capital por tonelada métrica da produção anual a US$ 838 por tonelada métrica;
  • Custos em dinheiro no portão da mina no menor quartil de US$ 38 por tonelada métrica do MOP e US$ 112 por tonelada métrica do SOP;
  • Custos operacionais totais (FOB Djibouti) de US$ 81 por tonelada métrica do MOP e US$ 156 por tonelada métrica do SOP;
  • Vantagens substanciais de transporte para a Índia, Sudeste Asiático e China;
  • Valor presente líquido (NVP -- Net Present Value) após tributação de US$ 2,1 bilhões, a uma taxa de desconto real de 10%;
  • Taxa interna de retorno (IRR -- Internal Rate of Return) nominal após tributação de 25,8%.

A empresa, junto com as firmas independentes de consultoria Senet (Pty) Ltd da África do Sul e K-UTEC AG Salt Technologies, avaliaram os custos no DFS de 2015. Através de seu trabalho no DFS Otimizado, os custos de capital de desenvolvimento foram reduzidos em US$ 276 milhões e os custos operacionais foram reduzidos em aproximadamente US$ 3 por tonelada métrica. Essas reduções tiveram um impacto favorável nos aspectos econômicos do projeto.

Um sumário do DFS Otimizado é apresentado abaixo:

Real exceto se indicado de outra forma

DFS Otimizado

DFS de 2015

Produção anual

2 Mt MOP, 0,75 Mt SOP

2 Mt MOP, 0,75 Mt SOP

Custos operacionais (na origem)

US$ 38/tonelada métrica MOP

US$ 112/tonelada métrica SOP

US$ 39/tonelada métrica MOP

US$ 114/tonelada métrica SOP

Custos operacionais (FOB Djibouti)

US$ 81/tonelada métrica MOP

US$ 156/tonelada métrica SOP

US$ 84/tonelada métrica MOP

US$ 159/tonelada métrica SOP

Capital de desenvolvimento

US$ 2,3 bilhões

US$ 2,6 bilhões

NPV antes da tributação a 10% (Real)

US$ 2,8 bilhões

US$ 2,5 bilhões

IRR Nominal antes da tributação

29%

26%

NPV após tributação a 10% (Real)

US$ 2,1 bilhões

US$ 2,1 bilhões

IRR Nominal após tributação

26%

25%







Nota: com base em um preço MOP real e uniforme de US$ 350/t e um preço SOP real e uniforme de US$ 580/t, assumindo um fator inflacionário de 2%.

O presidente e cofundador da Circum, Stephen Dattels, também tem o prazer de anunciar que a Morgan Stanley & Co. International PLC foi escolhida como consultora financeira, para conduzir uma avaliação estratégica de Projeto de Danakil da Circum. A avaliação estratégica irá se focar na possível admissão de investidores estratégicos de entidades externas e partes de joint-venture em nível corporativo ou de projeto, bem como dívida em nível corporativo ou de projeto e/ou investimentos de capital. A Circum identificou diversas partes estratégicas e financeiras interessadas em se envolver em vários aspectos do desenvolvimento de classe mundial do Projeto de Danakil, dada a importância do setor de potassa e dos mercados da Ásia e do Pacífico.

Sobre a Circum Minerals Ltd.

A Circum Minerals Ltd. é uma empresa privada que se foca no desenvolvimento de um depósito de potassa significativo na Bacia de Danakil, na Etiópia. Através de sua subsidiária totalmente controlada, a Circum Minerals Potash Ltd., a empresa detém a participação de 100% em uma licença de exploração que cobre 365 quilômetros quadrados. Para mais informações, visite o website da empresa em www.circumminerals.com .

Para mais informações, por favor, contate;

Chris Gilchrist

COO (chief operating officer)

Circum Minerals Ltd.

Chris.gilchrist@circumminerals.com

+353419883409

Certas declarações neste comunicado à imprensa são declarações prospectivas. Declarações prospectivas não se baseiam em fatos históricos, mas em expectativas da administração, relativas ao futuro crescimento da empresa, resultados de operações, capital e outras despesas no futuro, vantagens competitivas, atividades de exploração e desenvolvimento e nos resultados de tais atividades, perspectivas empresariais e oportunidades. Tais declarações prospectivas refletem as atuais convicções e suposições da administração e se baseiam em informações atualmente disponíveis à administração. Declarações prospectivas envolvem riscos e incertezas conhecidos e desconhecidos significativos. Diversos fatores podem fazer com que os resultados reais difiram substancialmente dos resultados discutidos nas declarações prospectivas, muitos dos quais estão fora do controle da empresa. Assim, os leitores não devem colocar confiança indevida em informações contidas em declarações prospectivas. A empresa não assume qualquer obrigação de atualizar publicamente ou, de qualquer outra forma, revisar quaisquer informações contidas em declarações prospectivas.

Logo - http://photos.prnewswire.com/prnh/20160330/349526LOGO

FONTE Circum Minerals Ltd.