Bolsas

Câmbio

Neos Inc. e Lockheed Martin vão desenvolver sensor de 'nova geração' - grande avanço na capacidade de, desde o ar, encontrar petróleo, gás & minerais

Neos Inc.

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

SÃO FRANCISCO, 6 de julho de 2016 /PRNewswire/ -- A Neos Inc. vai desenvolver um sensor de gradiometria gravitacional de nova geração que será 20 vezes mais poderoso do que a atual tecnologia para encontrar petróleo, gás e minerais abaixo da superfície da terra.

A Neos e a Lockheed Martin estão construindo um sensor único, tão avançado que poderia encontrar uma montanha de dez metros de altura soterrada um quilômetro abaixo da superfície da terra. Dito de outro modo, a tecnologia poderia encontrar um caminhão blindado, lotado de ouro, 20 metros abaixo da terra, simplesmente captando o efeito que os lingotes provocam no campo gravitacional do local.

A nova tecnologia, chamada Full Tensor Gradiometry  (FTG) Plus, possui 20 vezes a sensibilidade e 10 vezes mais a largura de banda dos gradiômetros gravitacionais atuais.

"O FTG Plus transforma o que podemos fazer e o que podemos ver desde o ar", disse o presidente da Neos Inc., Jonathan Faiman. "A percepção remota vai dominar o mercado da exploração e, com este sensor, a Neos terá o mais avançado do mundo. Ele vai nos proporcionar recursos de imagens mais limpos, mais rápidos e mais baratos para nossos clientes".

A Lockheed Martin está construindo o protótipo especificamente para detectar recursos naturais desde aeronaves de propriedade e operada pela Neos.

A Neos adquiriu o programa FTG Plus como parte de sua compra dos ativos da CGG AS, anunciada em 29 de abril de 2016.

"Os avanços que faremos aqui serão extraordinários. Uma das razões é que, no passado, nós e os concorrentes usávamos hardware militar, modificado para propósitos de pesquisa geofísica", disse Gregory Paleolog, chefe do programa FTG Plus da Neos.  "O FTG Plus é a primeira vez que a Lockheed Martin especificamente constrói um sensor precisamente para nosso uso e necessidades precisos. Esta é uma mudança fundamental, um conceito inteiramente novo para nós, e temos o direito exclusivo de usá-lo".

A Neos possui exclusividade no uso da tecnologia, para aplicações relacionadas a petróleo, gás e mineração, e vai usar o FTG Plus em sua frota – seja no Basler BT-67s, de motor gêmeo, aeronave Cessna de motor de turbina única, C-208B Caravan, ou nos aviões de turbinas gêmeas Reims-Cessna F406. Os sensores também podem ser usados em helicópteros.

A tecnologia tem o potencial de mudar o modo como governos, ministérios da energia e equipes de exploração encontram recursos valiosos e, consequentemente, levar a decisões mais rápidas e informadas sobre onde explorar, conceder e perfurar.

"Numa época em que tantos equipamentos sísmicos marinhos estão fora de serviço, nós seremos capazes de usar tecnologia não sísmica com um novo sensor 20 vezes melhor do que qualquer um que já vimos", Paleolog disse. "Isto significa que vamos encontrar mais recursos, mais rápido e com mais precisão do que antes. Será transformativo".

NOTAS AOS EDITORES

CGG e Neos: Em 29 de abril de 2016, a Neos anunciou um acordo com a CGG SA para adquirir seu grupo empresarial de simulação multifísica, seu grupo da Itália de geofísica geral e sua biblioteca de dados, por uma soma não revelada. O programa FTG Plus foi adquirido como parte da transação, assim como uma frota de aeronaves usadas em trabalho não sísmico, incluindo aquelas que vão transportar o sensor FTG. Greg Paleolog e a equipe FTG estão em Toronto, Canadá, e em Melbourne e Perth, Austrália, e os voos realizados com atuais e futuros sensores serão feitos em todo o mundo. Acesso da mídia aos voos está disponível: Por favor, entre em contato com David Yelland, na KTP:  david@ kitchentablepartners.com  ou 44 207 652 4348. A Neos ajuda governos, ministérios da energia e equipes de exploração nos setores dos recursos naturais a tomarem decisões mais rápidas e mais informadas sobre onde explorar, conceder e perfurar. Em parceria com seus clientes, a Neos adquire e simultaneamente interpreta diversos grupos de dados geológicos, sísmicos, não sísmicos e geoquímicos, para identificar recursos valiosos na subsuperfície, incluindo hidrocarbonetos, minerais e água subterrânea. Jonathan Faiman investiu na Neos em maio de 2015 e se tornou presidente, com controle total da empresa. Antes de se tornar o presidente da Neos, Jonathan foi cofundador da Ocado PLC, uma empresa do Reino Unido iniciada em 2000. Investidores na Neos incluem Jonathan, Goldman Sachs, Kleiner Perkins Caufield & Byers e Passport Capital.



Para mais informações, visite  http://www.neosgeo.com .



Jonathan Faiman e Greg Paleolog podem ser contatados via David Yelland na KTP ou equipe de comunicações da Neos (Courtney Ford: escritório +1 925 738 2168, cford@neosgeo.com ) FTG é a abreviatura de Full Tensor Gradiometry. O FTG, como muitos sensores usados em trabalho não sísmico, foi originalmente usado para propósitos militares. A Neos é principalmente uma empresa não sísmica, mas também possui um grupo de processamento sísmico. A principal diferença entre os dois é que o trabalho sísmico, o sustentáculo da indústria de petróleo e gás por muitos anos, geralmente envolve o uso de navios usando tecnologia velha para detectar recursos. Trabalho não sísmico, que pode ser em terra ou mar, usa tecnologia avançada para mapear o que está debaixo da terra. Então, ao analisar os dados de modo a produzir mapas mostrando onde estão os recursos, as equipes digitais da Neos acrescentam vantagem competitiva à empresa, no mercado. A Neos possui uma experiência líder mundial em fazer isso. No entanto, a combinação dos novos sensores da Lockheed Martin e avanços na análise vão produzir mapas que superam qualquer disponível no momento. To view the original version on PR Newswire, visit: http://www.prnewswire.com/news-releases/neos-inc-e-lockheed-martin-vao-desenvolver-sensor-de-nova-geracao--grande-avanco-na-capacidade-de-desde-o-ar-encontrar-petroleo-gas--minerais-300294467.html

FONTE Neos Inc.; Lockheed Martin

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos