Duke Energy completa a saída dos negócios internacionais com receita total de US$2,4 bilhões

Duke Energy

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

CHARLOTTE, Carolina do Norte, 10 de outubro de 2016 /PRNewswire/ -- A Duke Energy anunciou hoje que firmou acordo para vender seus negócios internacionais na Argentina, Chile, Peru, Equador, Guatemala e El Salvador a I Squared Capital por aproximadamente US$1,2 bilhão enterprise value (em dinheiro e com assunção da dívida). Os rendimentos líquidos dos impostos da transação serão usados para reduzir as dívidas da controladora Duke Energy.

Hoje mais cedo, a China Three Georges Corporation adquiriu o negócio de 2.090 megawatts da Duke Energy no Brasil por US$1,2 bilhão enterprise value.

"A nossa estratégia de transformação vem tomando impulso mediante a saída do mercado latino-americano para que possamos focar no nosso principal negócio doméstico regulado, o que foi reforçado pela aquisição da Piedmont Natural Gas", disse Lynn Good, presidente e CEO da Duke Energy. "É também um negócio vantajoso para a I Squared Capital e China Three Georges Corporation, que estão adquirindo operações de qualidade que atendem às suas respectivas estratégias".

A empresa começou o processo de saída do seu segmento internacional de negócios em fevereiro de 2016.

Os negócios da Duke Energy que serão adquiridos pela I Squared Capital na Argentina, Chile, Peru, Equador, Guatemala e El Salvador incluem usinas de geração hidrelétrica e de gás natural, infraestrutura de transmissão e instalações de processamento de gás natural, no total de 2.300 MW.

I Squared Capital é uma administradora independente de investimentos em infraestrutura global focada em energia, serviços públicos e transporte nas Américas, Europa e em algumas economias em alto crescimento. A empresa tem atualmente US$4 bilhões de ativos sob sua administração.

A transação com a I Squared Capital exige aprovação antitruste na Argentina,  porém tal aprovação não é condicionante ao fechamento da transação.

Em https://www.duke-energy.com/about-us/businesses/international.asp você poderá ver o mapa e uma breve descrição das operações e localizações das usinas hidrelétricas da Duke Energy International.

Conforme planejado, o investimento de capital de 25% da Duke Energy na National Methanol Company, produtora regional de metanol e éter metil-butil terciário (MTBE), um aditivo da gasolina, na Arábia Saudita, não está incluído na venda à I Squared Capital ou à China Three Georges Corporation.

Os consultores financeiros da Duke Energy são o Credit Suisse e o J.P. Morgan. A Skadden, Arps, Slate, Meagher&Flom LLP presta consultoria jurídica à empresa.

Informações prospectivas

Este documento inclui declarações prospectivas no âmbito do significado da Cláusula 27A da Lei dos Valores Mobiliários de 1933 e da Cláusula 21E da Lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934. As declarações prospectivas têm base nas crenças e premissas da administração e podem ser geralmente identificadas por termos e frases que incluem "antecipar," "acreditar," "pretender," "estimar," "esperar," "continuar," "deveria," "poderia," "pode," "planejar," "projetar," "prever," "irá," "potencial," "previsão," "alvo," "orientação," "perspectiva" ou outra terminologia semelhante. Diversos fatores podem fazer com que os resultados reais sejam substancialmente diferentes dos resultados sugeridos nas declarações prospectivas; por conseguinte, não há garantia de que tais resultados sejam atingidos. Esses fatores incluem, entre outros: iniciativas legislativas e regulatórias estaduais, federais e estrangeiras, incluindo os custos de conformidade com as exigências ambientais ou mudanças climáticas existentes e futuras, bem como decisões que afetem a recuperação de custos e investimentos ou tenham impacto nas estruturas de cobrança ou nos preços de mercado; a extensão e o momento para que os custos e passivos cumpram os regulamentos federais e estaduais relacionados às cinzas de carvão, incluindo os valores para o encerramento necessário de certas bacias de cinzas, são incertos e difíceis de calcular; a capacidade de recuperar custos elegíveis, incluindo os valores associados às obrigações de esgotamento dos ativos de bacias de cinzas de carvão e eventos climáticos futuros significativos, e de obter retorno adequado sobre os investimentos por meio do processo de regulação; os custos de desativação da Unidade 3 da Crystal River e outras instalações nucleares podem vir a ser mais altos do que os valores estimados, e todos os custos podem não ser totalmente recuperáveis pelo processo de regulação; as avaliações de crédito da empresa ou suas subsidiárias podem ser diferentes do esperado; os custos e efeitos de processos judiciais e administrativos, transações, investigações e reclamações; o crescimento ou declínio industrial, comercial e residencial nos territórios dos serviços ou bases de clientes decorrentes de variações nos padrões de uso dos clientes, incluindo os esforços de eficiência energética e o uso de fontes alternativas de energia, abrangendo as tecnologias de autogeração e geração distribuída; os avanços na tecnologia; a concorrência adicional nos mercados de eletricidade e a consolidação contínua do setor; as incertezas políticas, econômicas e regulatórias no Brasil e em outros países em que a Duke Energy conduza os seus negócios; a influência do clima e outros fenômenos naturais sobre as operações, incluindo os efeitos econômicos, operacionais e outros efeitos advindos de tempestades violentas, furacões, secas, terremotos e tornados; a capacidade de operar com sucesso as instalações de geração elétrica e fornecer eletricidade a clientes, incluindo os efeitos diretos ou indiretos à empresa resultantes de incidentes que afetem a rede elétrica dos Estados Unidos ou os recursos de geração; o impacto de ataques terroristas sobre as instalações e a empresa, ameaças de segurança cibernética, violações de segurança de dados e outros eventos catastróficos, tais como incêndios, explosões, pandemias ou outras ocorrências semelhantes; os riscos inerentes associados à operação e ao potencial de construção de instalações nucleares, incluindo os riscos ao meio ambiente, saúde, segurança, regulamentação e financeiros; o momento e a extensão de mudanças nos preços das commodities, taxas de juros e taxas de câmbio e a capacidade de recuperar esses custos por meio do processo de regulação, se for o caso, e o seu impacto sobre as posições de liquidez e do valor dos ativos subjacentes; os resultados dos esforços de financiamento, incluindo a capacidade de obter financiamentos em condições favoráveis, o que pode ser afetado por inúmeros fatores, incluindo avaliação de crédito, flutuações nas taxas de juros e condições econômicas gerais; a queda nos preços do mercado de ações e títulos de renda fixa e necessidades de caixa resultantes de planos de pensões de benefício definido, outros planos de benefícios pós-aposentadoria e fundos fiduciários de desativação nuclear; os riscos de construção e desenvolvimento associados à conclusão dos projetos de investimento de capital da Duke Energy e suas subsidiárias, incluindo os riscos relacionados ao financiamento, obtenção e cumprimento dos termos das licenças, atendendo a orçamentos e cronogramas de construção e satisfazendo normas de desempenho operacional e ambiental, bem como a capacidade de recuperar custos de clientes em tempo hábil ou a qualquer momento; mudanças nas regras para as organizações regionais de transmissão, incluindo mudanças na definição de tarifas e na capacidade de mercados novos e em evolução, e os riscos relacionados a obrigações criadas pelo descumprimento de outros participantes; a capacidade de controlar os custos de operação e manutenção; o nível de qualidade de crédito das contrapartes das transações; fatores ligados à força de trabalho dos funcionários, incluindo a incapacidade potencial de atrair e reter pessoal-chave; a capacidade das subsidiárias de pagar dividendos ou distribuições à empresa matriz da Duke Energy Corporation (a Controladora); o desempenho de projetos realizados pelas nossas empresas não regulamentadas e o sucesso dos esforços para investir e desenvolver novas oportunidades; o efeito de declarações contábeis emitidas periodicamente pelas agências de normalização de contabilidade; o impacto de potenciais depreciações de fundo de comércio; a capacidade de concluir com sucesso os planos de fusão, aquisição ou alienação futuras; a capacidade de integrar as empresas e realizar benefícios esperados relativos à aquisição da Piedmont Natural Gas Company, Inc. (Piedmont), com sucesso, e o risco de que a avaliação de crédito da empresa combinada ou suas subsidiárias possa ser diferente do que as empresas esperam; a probabilidade da conclusão e prazo esperado da transação com China Three Georges Corporation, incluindo o prazo, recebimento, termos e condições das aprovações regulamentares e governamentais necessárias à proposta de transação, que possam reduzir os benefícios esperados ou fazer com que as partes abandonem a transação; e a probabilidade da conclusão e prazo esperado das transações com I Squared Capital, incluindo o prazo, recebimento e termos e condições das aprovações regulamentares e governamentais necessárias às propostas de transação que possam reduzir os benefícios esperados ou fazer com que as partes abandonem a transação.

Os riscos e incertezas adicionais foram identificados e discutidos nos relatórios da Duke Energy e de suas subsidiárias arquivados na SEC e disponibilizados no site da SEC em www.sec.gov . À luz desses riscos, incertezas e suposições, os eventos descritos nas declarações prospectivas podem não ocorrer ou podem ocorrer em medida diferente ou em momento diferente do descrito. As declarações prospectivas serão válidas apenas na data em que forem feitas; a Duke Energy rejeita expressamente a obrigação de atualizar ou revisar publicamente quaisquer declarações prospectivas, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou de outra forma.

Duke Energy

A Duke Energy, uma das maiores holdings de energia elétrica nos Estados Unidos, fornece energia elétrica a aproximadamente 7,4 milhões de clientes no sudeste e centro-oeste, o que representa uma população de aproximadamente 24 milhões de pessoas. A empresa também distribui gás natural para mais de 1,5 milhões de clientes nas Carolinas, Ohio, Kentucky e Tennessee. As suas empresas comerciais e internacionais operam ativos de geração de energia diversificados na América do Norte e na América Latina, incluindo uma carteira de energia renovável em crescimento.

Com sede em Charlotte, N.C., a Duke Energy participa do Índice S&P 100 de empresas com ações negociadas na Bolsa de Valores de Nova Iorque sob o símbolo DUK. Mais informações sobre a empresa estão disponíveis em duke-energy.com .

O Centro de Notícias da Duke Energy serve como recurso de multimídia para jornalistas e apresenta notícias, links úteis, fotos e vídeos. Hospedada pela Duke Energy, a Illumination é um destino on-line para histórias sobre pessoas notáveis, inovações e assuntos ambientais e comunitários. Também oferece informações sobre o passado e percepções sobre o futuro da energia.

Siga a Duke Energy no Twitter , LinkedIn , Instagram e Facebook .

Contato com a mídia: Tammie McGee

800.559.3853

Contato com analistas: Mike Callahan

704.382.0459

Logo - http://photos.prnewswire.com/prnh/20130322/CL81938LOGO

To view the original version on PR Newswire, visit: http://www.prnewswire.com/news-releases/duke-energy-completa-a-saida-dos-negocios-internacionais-com-receita-total-de-us24-bilhoes-300342159.html

FONTE Duke Energy

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos