GfK - quatro em cada dez pessoas ajudam os outros no mínimo uma vez por mês

GfK

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

NUREMBERG, Alemanha, 30 de novembro de 2016 /PRNewswire/ --

México, EUA e Holanda lideram a classificação de quem mais ajuda os outros no mínimo uma vez por mês No geral, os homens estão ligeiramente à frente das mulheres  Pessoas entre 20 e 29 anos lideram entre as faixas etárias  Na corrida até o Natal, é reconfortante saber que o hábito de ser generoso ainda é forte. Resultados recém-publicados pela GfK mostram que entre a população on-line de 17 países, quatro entre dez pessoas ajudam os outros ou realizam um trabalho voluntário no mínimo uma vez por mês. São 4% de pessoas que ajudam os outros todos ou quase todos os dias, 14% que ajudam pelo menos uma vez por semana e 21% que ajudam os outros pelo menos uma vez por mês.

Os resultados comparativos entre homens e mulheres da  pesquisa da GfK  foram iguais em todas as categorias. No entanto, os homens são ligeiramente mais propensos do que as mulheres em dizer que ajudam os outros pelo menos uma vez por semana, somando 15% para os homens e 13% para as mulheres. E um quarto das mulheres (25%) diz que nunca ajuda os outros e nem realiza um trabalho voluntário, em comparação com 23% dos homens.

Da mesma forma, os resultados de grupos de diferentes idades foram bastante parecidos. No entanto, aqueles entre 20 e 29 anos são ligeiramente mais propensos do que os outros grupos etários a ajudar os outros diariamente (6%) e mensalmente (24%), entretanto, eles se nivelam aos adolescentes (entre 15 e 19 anos) em relação a ajudar os outros pelo menos uma vez por semana (17%).

México, EUA e Holanda na liderança por ajudar mensalmente ou mais frequentemente, seguidos por China, Brasil e Alemanha

Dos países pesquisados, o México tem o maior percentual de pessoas on-line que são voluntários regularmente. Entre aqueles que dizem que ajudam os outros ou realizam algum trabalho voluntário mensalmente, semanalmente ou diariamente, quase metade dos mexicanos (49%) se enquadram nessa categoria, seguidos pelos americanos (46%) e depois pelos holandeses (45%). China, Brasil e Alemanha estão também acima da média internacional (39%), somando 44%, 43% e 40%, respectivamente.

Os países onde as pessoas parecem ter menos espírito voluntário são Coreia do Sul, Japão e França, sendo que 52%, 45% e 38%, respectivamente, alegam que nunca ajudam os outros e nem fazem trabalho voluntário.

Esses resultados oferecem à caridade nacional e internacional informações valiosas sobre as pessoas de cada país que podem ser mais receptivas a convites para trabalhos voluntários - especialmente quando combinados com dados atitudinais da GfK, que mostram valores pessoais das pessoas de acordo com países, gêneros e faixas etárias.

Para baixar os resultados completos dos 17 países, visite o endereço  http://www.gfk.com/global-studies/global-study-overview/

Sobre o estudo 

A GfK realizou uma pesquisa on-line com mais de 22.000 consumidores de 15 anos ou mais de 17 países. O trabalho de campo foi concluído no verão de 2016. Os dados foram analisados de forma que refletissem a composição demográfica da população on-line com mais de 15 anos de cada mercado.

To view the original version on PR Newswire, visit: http://www.prnewswire.com/news-releases/gfk--quatro-em-cada-dez-pessoas-ajudam-os-outros-no-minimo-uma-vez-por-mes-300370419.html

FONTE GfK

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos