Bolsas

Câmbio

Crédito e inadimplência da carteira PJ continuam pressionando mercado financeiro, avalia Lafis

Lafis

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

SÃO PAULO, 27 de janeiro de 2017 /PRNewswire/ -- O volume total de crédito do sistema financeiro alcançou R$3.107 bilhões em dezembro, aumento de 0,1% no mês e redução de 3,5% no ano, ante variação de 6,7% no ano anterior. Na evolução mensal, o crédito às empresas contraiu 0,5%, totalizando R$1.546 bilhões, enquanto as operações com pessoas físicas cresceram 0,7%, para R$1.561 bilhões. A relação crédito/PIB recuou para 49,3%, ante 53,7% no final de 2015.

O crédito com recursos livres atingiu R$1.557 bilhões (+0,6% no mês e -4,9% em doze meses). Em dezembro, a elevação de 1,1% em pessoas jurídicas, saldo de R$747 bilhões, esteve associada à sazonalidade das atividades mercantis, destacando-se as expansões em desconto de duplicatas e em outros créditos livres, e os declínios em conta garantida, capital de giro e nas modalidades referenciadas em moedas estrangeiras. Na carteira livre de pessoas físicas, saldo de R$809 bilhões (+0,1% no mês), destacaram-se as contratações no cartão de crédito à vista.

A inadimplência das operações de crédito do sistema financeiro, referente a atrasos superiores a noventa dias, situou-se em 3,7% em dezembro, após redução de 0,1 p.p no mês e aumento de 0,3 p.p. no ano (+0,7 p.p. em 2015). No segmento das famílias, a inadimplência prosseguiu em retração (-0,2 p.p no mês e -0,3 p.p no ano), situando-se em 3,9% em dezembro, enquanto nas empresas, manteve-se estável em 3,5% no mês, mas com elevação de 0,9 p.p no ano. Nas operações com recursos livres e direcionados, o nível de atrasos alcançou 5,7% e 1,8%, respectivamente, com declínios de 0,1 p.p. em dezembro.

Neste sentido, considerando as informações do último Relatório de Política Monetária e Operações de Crédito do SFN divulgado pelo Banco Central, o saldo de crédito manteve-se em queda, sobretudo no crédito voltado para as empresas (PJ). É importante destacar que, a tendência já observada nos últimos relatórios ainda é valida, ou seja, a inadimplência e o saldo para a PJ continuam sofrendo mais com os efeitos da desaceleração da atividade econômica.

Tendência: Considerando o cenário macroeconômico (sobretudo o desempenho do mercado de trabalho e os indicadores de confiança) e os diversos setores acompanhados pela Lafis, a tendência de desaceleração do crédito deve se manter no curto prazo, enquanto a inadimplência para PJ ainda deve ser pressionada pelo cenário econômico e político, sobretudo em função da Lava-Jato e seus desdobramentos.

Analista Responsável: Marcel Tau

Mais informações:

Lafis Consultoria – www.lafis.com.br

Guilherme Pombo – guilherme.pombo@lafis.com.br (11 3257-2952)

 

(Foto: http://www2.prnewswire.com.br/imgs/pub/2017-01-26/original/3441.jpg ) 

(Foto: http://www2.prnewswire.com.br/imgs/pub/2017-01-26/original/3442.jpg )

FONTE Lafis

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos