Nova exposição sobre educação em direitos humanos estreia na sede da Organização das Nações Unidas em Genebra

Soka Gakkai International

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

GENEBRA e TÓQUIO, 8 de março de 2017 /PRNewswire/ -- Uma nova exposição intitulada Transformação de Vidas: O Poder da Educação em Direitos Humanos estreou no dia 6 de março no Palais des Nations (Palácio das Nações), na sede da Organização das Nações Unidas em Genebra.

Com exibição prevista até 17 de março, a mostra proporciona incremento à conscientização sobre o papel da educação em direitos humanos, promovendo a dignidade, igualdade e paz e prevenindo violações e abusos dos direitos humanos. O evento assinala o quinto aniversário da adoção da Declaração das Nações Unidas sobre a Educação e Formação em Direitos Humanos em dezembro de 2011.

A exposição conta com a organização conjunta da SGI (Soka Gakkai Internacional), HRE 2020, o Grupo de Trabalho de ONGs sobre Educação e Formação em Direitos Humanos, e os estados que compreendem a Plataforma para Educação e Formação em Direitos Humanos, com o apoio do ACNUDH (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos). Os painéis podem ser vistos no site http://www.sgi.org/in-focus/2017/transforming-lives.html .

Na inauguração, a embaixadora Maria Nazareth Farani Azevêdo, representante permanente do Brasil nas Nações Unidas em Genebra, comentou: "A educação e formação em direitos humanos são cruciais para se conquistar uma sociedade pautada pela paz, tolerância e sustentabilidade, na qual os direitos humanos, em sua totalidade, sejam respeitados protegidos e observados".  

Abdulaziz Almuzaini, diretor do Escritório de Ligação da Unesco em Genebra, acrescentou: Gostaria de enaltecer os organizadores pelo compromisso comum de ampliar a conscientização e promover ações para apoiar a educação humana no mundo todo".

Hirotsugu Terasaki, diretor-geral de Assuntos Referentes à Paz e Questões Mundiais da SGI citou palavras do presidente da SGI, Daisaku Ikeda: "Nunca foi tão importante criar e consolidar um movimento de fomento à educação em direitos humanos que crie as condições sociais nas quais as pessoas valorizem a diversidade e a dignidade humana".

Entre os oradores, incluíam-se Craig Mokhiber, chefe do setor de Desenvolvimento Econômico e Social do EACDH (Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos), e Emma Melander Borg da coalizão mundial para a educação em direitos humanos HRE 2020.

Os 25 painéis da exposição retratam como a educação em direitos humanos transformou a vida de pessoas na Austrália, em Burkina Faso, no Peru, em Portugal e na Turquia. É um chamado para cidadãos, governos e organizações da sociedade civil tomarem iniciativas de estímulo à cultura dos direitos humanos.

A SGI é uma associação budista estabelecida na comunidade, com 12 milhões de integrantes ao redor do mundo. Seus associados promovem a paz, cultura e educação em consonância com a tradição humanista de longa data do budismo.

Contato:

Joan Anderson

Office of Public Information

Soka Gakkai International

Tel.: +81-80-5957-4711

E-mail: anderson[at]soka.jp

FONTE Soka Gakkai International

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos