Bolsas

Câmbio

União Internacional de Controle do Câncer e Pfizer lançam nova fase de projeto mundial que apoia mulheres com metástase

Pfizer

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

SÃO PAULO, 30 de março de 2017 /PRNewswire/ -- Até 30% das mulheres com câncer de mama passarão pelo processo de metástase, quando o tumor se espalha para outros órgãos, mesmo se a doença é detectada precocemente, segundo a literatura médica. Mas, enquanto o financiamento global para a doença em estágio inicial tem recebido atenção especial, poucos recursos têm sido dedicados a pacientes com tumores avançados. Por isso, a União Internacional de Controle do Câncer (UICC) e a Pfizer acabam de lançar uma iniciativa mundial para beneficiar os melhores projetos focados na doença metastática. 

A UICC é a principal organização mundial não governamental focada em políticas voltadas ao câncer e atualizações científicas ligadas à doença. Criado em 2015, o projeto "SPARC (The Seeding Progress and Resources for the Cancer Community): Desafio do Câncer de Mama Metastático" tem o objetivo de incentivar a implementação de soluções para tratamento, cuidados e apoio às pacientes com câncer de mama metastático. Neste ano, a Pfizer vai investir US$ 530 mil para o financiamento de 20 novos programas voltados à temática.

O programa SPARC tem abrangência internacional e as organizações podem inscrever seus projetos até 19 de abril, por meio do site da UICC:  http://www.uicc.org/programmes/geti/sparc/sparc-metastatic-breast-cancer-challenge . As iniciativas selecionadas serão anunciadas em outubro e o financiamento não está disponível para projetos que já estão sendo executados pelas organizações. 

Serão beneficiadas 20 organizações, que deverão implementar projetos com os seguintes objetivos: eliminar a lacuna no oferecimento de informações à paciente; aumentar a conscientização sobre os desafios enfrentados por essas mulheres; incorporar o câncer de mama metastático às políticas de câncer de mama e reduzir o número de diagnósticos tardios.

Os projetos serão selecionados por um comitê de direção externa, independente. Esse comitê será presidido pela oncologista Fátima Cardoso, um dos principais expoentes na luta contra o câncer de mama avançado e integrante da diretoria da European Society for Medical Oncology (ESMO).

Na primeira fase do programa, em 2015, 20 organizações de 18 países foram beneficiadas pela iniciativa, entre elas duas brasileiras: a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama e o Instituto Oncoguia. "A doença metastática requer uma resposta rápida e individualizada dos sistemas de saúde, bem como recursos sociais e psicológicos de longo prazo", afirma o diretor médico da Pfizer, Eurico Correia.

Mais informações: 3643-2907

FONTE Pfizer

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos