Bolsas

Câmbio

Geosys duplica fornecimento de dados em 2017

Geosys

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

MINNEAPOLIS, 8 de novembro de 2017 /PRNewswire/ -- De 1o de janeiro a 30 de setembro de 2017, a Geosys duplicou a quantidade de imagens de média resolução processadas globalmente, em comparação com 2016. Isso resultou no fornecimento de 15 a 20 mapas dos campos, sem nuvens, durante a época de plantio, quando os agrônomos e agricultores mais precisam deles. Os mapas são disponibilizados aos clientes através de ferramentas patenteadas, tais como o aplicativo de monitoramento Croptical® ou o Geosys Bridge®API .

Graças a seu sistema de processamento patenteado, todos os mapas que a Geosys entrega são 100% livres de nuvens, corrigidos para contexto de aquisição e calibração cruzada, para habilitar a análise ao longo do tempo e do espaço. Esse fator essencial de diferenciação disponibiliza dados valiosos aos clientes, diferentemente de imagens de instantâneos fotográficos.

Quando os mapas desenvolvidos a partir de imagens adquiridas de satélites diferentes não são calibrados apropriadamente, eles fornecem apenas uma fotografia do campo. Embora eles possam ser úteis isoladamente para identificar em que parte do campo o reconhecimento deve ser feito, eles não fornecem valor a longo prazo. Quando os mapas são calibrados apropriadamente, eles podem ser comparados com outros mapas, fornecendo melhores percepções para tomadas de decisão dos agrônomos, desempenho do campo e potencial de produção durante um período de tempo.

"Nós não estamos apenas fornecendo mais dados, mas estamos fazendo isso com maior precisão e velocidade. De fato, reduzimos o tempo de entrega em 40% neste ano, em comparação com o ano passado", diz o vice-presidente de Estratégia da Geosys, Dave Gebhardt. "E estamos prontos para processar ainda mais dados, conforme fazemos a transição para um sistema de processamento totalmente automatizado. Essa é uma melhora importante, conforme nos preparamos para consumir ainda mais dados com fontes adicionais de imagística, que serão acrescentadas no próximo ano".

A Geosys opera um sistema de processamento de fonte agnóstica, que adquire imagens sistematicamente de fontes diferentes para assegurar um fluxo diário de dados a seus clientes. Uma vez adquiridas, as imagens são baixadas automaticamente no sistema de processamento patenteado, que opera 24 horas por dia.

"Embora tenhamos desenvolvido um sistema para gerenciar uma grande quantidade de dados, a qualidade de nossos dados é nossa maior preocupação", diz Gebhardt. "Alguns fornecedores podem fornecer mais fotografias em uma dada região, mas ao se comparar os mapas fornecidos, nos sentimos orgulhosos do grau científico dos dados que estamos fornecendo".

A Geosys também cobre o globo diariamente com imagens de baixa resolução. Essa capacidade de monitoramento é usada principalmente para estabelecer parâmetros comparativos (benchmarking) das condições da safra nos campos agrícolas em níveis regionais, fornecendo um fluxo contínuo de dados globalmente nos últimos 12 anos. Os clientes usam esses índices de parâmetros comparativos específicos para avaliar as tendências da produção e tomar decisões de administração dos negócios com mapas de alta resolução de uma variedade de campos.

Para saber mais, visite geosys.com.

Foto - http://mma.prnewswire.com/media/600661/2017_MapsPerField_Geosys.jpg  

FONTE Geosys

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos