Bolsas

Câmbio

Produtores de alimentos só devem solucionar a crise se forem recompensados, diz "FT"

Da Redação
Em São Paulo

Para conter a crise dos alimentos no mundo, provocada pelo excesso de demanda e o conseqüente aumento dos preços, é preciso um "esforço criativo" e um grande envolvimento dos países, segundo reportagem publicada nesta segunda-feira no jornal "Financial Times".

O texto na íntegra pode ser lido em português por assinantes do UOL.

Segundo a publicação, o grande problema está nos produtores, que têm reduzido a estimativa de colheita e só buscam soluções efetivas para o problema da fome quando são recompensados financeiramente por isso.

O jornal afirma, entretanto, "que a pior coisa a se fazer é tentar impedir que os preços subam e impor tarifas sobre exportações", diz.

A Argentina, terceiro maior produtor mundial de soja e sexto maior exportador de trigo, é um extremo, mas significativo caso em questão, segundo o "FT". Seu governo foi um dos que primeiro impôs tarifas às exportações para proteger o mercado doméstico dos preços globais.

Mas, se por um lado os preços internos do trigo caíram pela metade, por outro, os produtores agrícolas da Argentina prevêem o plantio de 15% a menos de trigo este ano em comparação a 2007.

Entre os motivos pelos quais o jornal explica o aumento explosivo da demanda por alimentos no mundo, estão o crescimento expressivo da população global a cada ano e a melhora no padrão de vida de alguns grupos na sociedade, com a inclusão de novos itens em sua dieta alimentar

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos