Bolsas

Câmbio

Fed põe US$ 70 bi à disposição de bancos americanos

Da Redação

Em São Paulo

O Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, colocou nesta segunda-feira US$ 70 bilhões à disposição das instituições financeiras americanas, por meio de duas operações. A medida é uma resposta à crise pela qual grandes bancos dos EUA estão passando.

O quarto maior banco de investimento do país, o Lehman Brother, anunciou nesta segunda que faria um pedido de concordata, depois que seus acionistas fracassaram na tentativa de vender a instituição. No trimestre de junho a agosto, a companhia teve um prejuízo de US$ 3,9 bilhões.

As ações do Lehman, que chegaram a valer US$ 83,30 no seu auge, em fevereiro de 2007, eram negociadas nesta segunda-feira na faixa de US$ 0,15 (uma queda de 99,8% desde então).

Já o Merrill Lynch foi vendido por US$ 50 bilhões ao Bank of America, negócio que, quando concretizado, dará origem à maior companhia de serviços financeiros do mundo.

No domingo 7 de setembro, o governo dos EUA decidiu intervir nas duas principais companhias dos EUA na área de financiamento imobiliário, a Fannie Mae e a Freddie Mac, que haviam registrado prejuízo de US$ 14 bilhões em 12 meses. Além da intervenção, o governo colocou até US$ 200 bilhões à disposição das empresas em linhas de crédito, medida que, se for levada a cabo até o fim, será a maior operação de resgate de empresas das história dos EUA.

(Com informações de France Presse e Reuters)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos