Bolsas

Câmbio

Preço de carro zero caiu até 16% em dezembro, diz pesquisa

Da Redação

Em São Paulo

O preço médio do carro zero quilômetro caiu 4,2% em dezembro, segundo pesquisa da agência de notícias AutoInforme, em parceria com a Molicar. Alguns modelos, no entanto, tiveram queda em torno de 16% (veja tabela abaixo).

Considerada a média dos modelos estudados, o recuo mensal foi o maior mensal já registrado desde que o levantamento começou a ser realizado, oito anos atrás.

Com isso, carro novo ficou 2,2% mais barato se considerado todo o ano de 2008. Até novembro, acumulava alta de 2,1%.

No último mês do ano, os destaques de queda entre as montadoras ficaram com Hyundai (-9,06%), Ford (-6,77%), Citroën (-6,03%) e Toyota (-5,72).

Os preços apurados são os praticados no mercado e não os divulgados pelas montadoras, que são apenas uma referência ao consumidor, já que muitos carros são vendidos abaixo ou acima da tabela.

Evolução do preço do carro
ModeloDezembro 2008
Tucson GL 4x2 2.0-16,51%
C4 Pallas Exclusive 2.0 16v Aut Flex-16,45%
Tiida 1.8 S manual-15,12%
Tucson GLS 4x4 2.7 v6-15%
A3 Sportback 2.0 TFSI manual-14,86%
Civic EXS 1.8 automático Flex-14,63%
A4 2.0 Turbo Multitronic FSI-14,05%
Sentra 2.0 S manual-14,01%
Tucson GL 4x2 2.0-13,92%
Sentra 2.0 S CVT-13,36%
Corolla Xli 1.6 automático-13,28%
Azera 2.2 V6-13,27%
Sentra 2.0 manual-13,22%
Zafira 2.0 Flexpower Comfort-13,11%
Corolla SE-G 1.8 automático Flex-13,09%
Fonte: AutoInforme/Molicar
IPI menor
A queda do preço ocorreu depois da piora nas vendas do setor automotivo brasileiro em novembro. No último mês do ano, após redução do IPI (Imposto de Produtos Industrializados) e de preços, houve um início de recuperação na comercialização.

As vendas subiram de 9,4% em dezembro em relação a novembro, segundo a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotivos). Mas a produção despencou 47,1% no período em razão de férias coletivas concedidas em meio a um acúmulo de estoques devido à crise financeira mundial.

Os estoques seguem altos, mas iniciaram uma trajetória de queda no mês passado, recuando de 56 dias em novembro para 36 dias em dezembro.

(Com informações de Infomoney e Reuters)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos