Bolsas

Câmbio

Definição sobre acordo com Fiat sai em 30 dias, diz Chrysler

Da Redação

Em São Paulo

A Chrysler recuou da informação de que havia fechado uma aliança global com a italiana Fiat e afirmou que uma definição final só deve sair em 30 dias.

Segundo notícia divulgada mais cedo nesta segunda-feira, o acordo já teria sido fechado, mas, segundo a montadora americana divulgou em seu site corporativo, o que há é um "esqueleto" ("framework" no original em inglês) de um acordo nesse sentido.


Na nota, o presidente da Chrysler, Bob Nardelli, diz que a empresa vai operar normalmente nos próximos 30 dias e que ainda há problemas a resolver. "Reconhecemos que temos substanciais obstáculos a solucionar (...). Se [o acordo] for bem-sucedido, o governo considerará investir os US$ 6 bilhões adicionais pedidos pela Chrysler para ajudar essa parceria a funcionar."

Para a Chrysler, a eventual aliança com a Fiat não irá apenas ajudá-la a devolver os empréstimos do governo antes do previsto como também fortalece sua capacidade de criar e manter empregos nos Estados Unidos.

"Ao prover a Chrysler com produtos e plataformas, cooperação tecnológica e distribuição global, a Fiat fortalece a capacidade da Chrysler de criar e preservar empregos nos Estados Unidos", destacou a empresa em nota.

A montadora reconhece que ainda existem questão para serem resolvidas, mas se diz comprometida a trabalhar de perto com a Fiat e com o Tesouro americano, entre outros, para garantir apoio necessário dos acionistas.

A parceria contribui para a possibilidade de o governo americano investir outros US$ 6 bilhões na Chrysler.

(Com informações do Valor Online)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos