Bolsas

Câmbio

Fórum Econômico Mundial pede mudança na educação para combate à crise

Da Redação

Em São Paulo

Relatório do Fórum Econômico Mundial, divulgado nesta quinta-feira, pede mudanças nos sistemas educacionais de todo o mundo para ajudar a desenvolver o espírito empreendedor e melhorar a economia global.

O documento, chamado "Educando a próxima geração de empreendedores" e produzido pela Iniciativa Global de Educação (GEI), ligada ao Fórum Econômico, propõe o desenvolvimento de "ecossistemas empreendedores".

O relatório destaca a importância da educação em empreendedorismo "para aprimorar habilidades, atitudes e comportamentos necessários para criar empregos, gerar crescimento econômico, melhorar o bem estar da sociedade e estimular a inovação para enfrentar desafios globais".

"Nesse importante período econômico, esperamos que o relatório represente mais um incentivo para criar os ecossistemas empreendedores que precisamos para impulsionar a próxima onda de inovação e crescimento", afirmou Alex Wong, diretor-sênior e chefe da Iniciativa Global de Educação, segundo nota divulgada pela assessoria de comunicação da entidade.

Entre as recomendações do relatório, está a transformação do sistema educacional. Segundo o documento, as instituições de educação em todos os níveis (primário, secundário, superior) devem adotar métodos e ferramentas do século 21, como "abordagens multidisciplinares e métodos de ensino interativos para incentivar a criatividade, inovação, pensamento crítico, reconhecimento de oportunidades e conscientização social".

O documento propõe que empresas privadas e governos trabalhem juntos para atingir as metas propostas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos