Bolsas

Câmbio

Veja dicas para usufruir melhor dos programas de milhas aéreas

Sílvio Crespo

Em São Paulo

(Texto atualizado em 20/7 às 21h54)

Apesar de trazerem vantagens para os clientes, os programas de milhas, pontos ou créditos das companhias aéreas nem sempre são bem compreendidos pelos clientes, segundo Maria Inês Dolci, coordenadora institucional do Pro Teste, entidade de defesa dos consumidores.

Leia abaixo algumas perguntas que os clientes nem sempre se lembram de fazer e que acabam gerando reclamações na Pro Teste.


Quanto é necessário viajar para obter uma passagem grátis?
TAM: A assessoria de imprensa da TAM corrige a informação passada anteriormente e afirma que, nos voos em classe econômica para a América do Norte, ida e volta, o cliente que acaba de aderir ao programa de fidelidade acumula 10 mil pontos; depois de somar 40 mil pontos, é possível fazer a mesma viagem gratuitamente em baixa temporada.

Para a Europa, o viajante ganha 12 mil pontos na passagem de ida e volta e precisa de 60 mil para fazer o mesmo percurso de graça.

Gol: Para ir a Nova York a partir de São Paulo, por exemplo, o participante acumula 9.516 milhas (ida e volta). Com 50 mil milhas, ele faz o mesmo trajeto gratuitamente, na classe econômica.

Para ir à França a partir de São Paulo, o participante acumulará 11.678 milhas (ida e volta). Serão necessárias 70 mil milhas para fazer a mesma viagem de graça, também na classe econômica.

Azul: Em cada viagem, o cliente acumula um crédito equivalente a 5% do valor pago, o que significa que ele obtém uma passagem grátis depois de fazer o mesmo trajeto 20 vezes.

Webjet: A companhia ainda não tem programa de fidelidade; a previsão é lançá-lo no primeiro semestre do ano que vem.

Há limite de assentos destinados a passageiros que viajam por milhas/pontos/créditos acumulados?
TAM: Diz que não tem restrições de datas nem de assentos para os voos domésticos e dentro da América do Sul. Para outros destinos internacionais, há limite.

GOL: A companhia não informa.

Azul: Não há restrições.

Qual a validade dos pontos/milhas/créditos?
TAM: Dois anos.

GOL: Três anos.

Azul: Um ano.

A companhia avisa os clientes quando os pontos estão para vencer?
TAM: A empresa afirma que sim, por e-mail.

GOL: Não. O cliente precisa acessar o site.

Azul: A companhia diz que avisará por e-mail. Como as operações se iniciaram em dezembro do ano passado, por enquanto nenhum cliente tem créditos caducando.

As regras podem mudar no meio do jogo?
TAM: Sim. Qualquer alteração no regulamento do programa de fidelidade vale inclusive para os clientes que já estão cadastrados no programa. Eles são notificados por e-mail.

GOL: Idem.

Azul: Idem.

A empresa oferece o regulamento quando o cliente preenche o formulário impresso no aeroporto?
TAM: Não. É preciso acessar o site.

GOL: A empresa não oferece formulário impresso. O regulamento está no site.

Azul: Não tem ficha impressa. As regras estão no site.

Compartilha milha com outras empresas?
TAM: Sim, com United Airlines, TAP, Lufthansa, Lan, Air Canada e Swiss. O cliente da TAM pode usar seus pontos em passagens dessas empresas, e vice-versa.

GOL: Sim, com Air France KLM e American Airlines (esta, a partir de 1º de agosto). Milhas acumuladas pela Gol podem ser usadas em passagens dessas companhias, e vice-versa.

Azul: Não.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos