Bolsas

Câmbio

Indústria recua em todas as regiões pesquisadas no semestre

Da Redação

Em São Paulo

(Texto atualizado às 9h44)

A produção da indústria brasileira no primeiro semestre caiu em todas as 14 regiões pesquisadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), na comparação com o mesmo período do ano passado (veja quadro ao final do texto).

Os piores resultados ocorreram no Espírito Santo (queda de 29,3%), Minas Gerais (21,3%), Amazonas (16,8%), São Paulo (14,4%) e Rio Grande do Sul (13,5%). As demais regiões tiveram desempenho melhor do que a média das regiões, que foi um recuo de 13,4%, a maior perda semestral desde 1975.


Mesmo se considerado apenas o segundo trimestre, quando o país já se encontrava em recuperação após a crise verificada no final do ano passado e início deste, todas as regiões analisadas tiveram queda na produção industrial, em comparação com igual período de 2008.

Em junho, o Espírito Santo se manteve com o pior desempenho, com recuo de 25,2% frente ao mesmo mês do ano passado, seguido por Paraná (queda de 16,5%), Minas Gerais (15,1%) e São Paulo (13,4%).

De maio para junho, no entanto, oito das 11 regiões tiveram expansão, descontadas as influências sazonais: Pará (10,2%), Goiás (7,4%), Bahia (7,2%), Minas Gerais (3,3%), região Nordeste (2,9%), Santa Catarina (1,4%), Rio Grande do Sul (1,1%) e Rio de Janeiro (0,5%), todas elas acima da média nacional (alta de 0,2%).

Nesse tipo de comparação, tiveram taxa negativa apenas Paraná (queda de 9%), São Paulo (2%), Ceará (1,7%) e Amazonas (1,3%).

A INDÚSTRIA BRASILEIRA EM 2009
Variação (em %) ante igual período do ano passado
Amazonas-19,4-14,2-11,8
Pará-6,6-8,6-4,3
Região Nordeste-9,4-10-3,2
Ceará-7,4-6,2-9,2
Pernambuco-11-6,1-5,3
Bahia-10-10,32,4
Minas Gerais-24,2-18,7-15,1
Espírito Santo-31,6-27-25,2
Rio de Janeiro-11,4-5,6-7,4
São Paulo-15,1-13,8-13,4
Paraná-0,9-10,5-16,5
Santa Catarina-14-11,7-6,7
Rio Grande do Sul-16,8-10,5-9,6
Goiás-6,9-2,41,1
BRASIL-14,6-12,3-10,9
Região1º trimestre2º trimestreJunho

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos