Bolsas

Câmbio

Petrobras vai mais que dobrar volume de reservas em três anos, diz Gabrielli

Da Redação

Em São Paulo

(Texto atualizado às 16h44)

A Petrobras terá dentro de três anos um total de 30 bilhões a 35 bilhões de barris de reservas recuperáveis de petróleo, disse nesta segunda-feira o presidente da empresa, José Sergio Gabrielli.

A projeção é mais que o dobro do atual volume de reservas recuperáveis da Petrobras, hoje de 15 bilhões de barris no país e no exterior (no Brasil, são 14 bilhões).

Gabrielli afirmou que a estimativa inclui atuais reservas provadas mais um volume de entre 10 bilhões e 16 bilhões de barris do pré-sal e outros 5 bilhões que serão repassados pelo governo brasileiro para a companhia dentro do plano de capitalização.

O presidente da petrolífera anunciou, também, que o custo da perfuração de cada poço da camada pré-sal, gira em torno de US$ 100 milhões. Ele afirmou que a estatal terá sete sondas de perfuração na Bacia de Santos até o final do ano. A região do pré-sal, no entanto, não se limita a essa bacia, estendo-se do litoral do Espírito Santo ao de Santa Catarina.

As informações foram dadas durante apresentação a investidores em Nova York.

Novas regras em março
Gabrielli disse esperar que o Congresso aprove a proposta de reforma da lei do petróleo no Brasil até fevereiro ou março.

"Em uma visão otimista, nós não veremos esta proposta aprovada antes de fevereiro ou março", afirmou o presidente da estatal.

Ele disse ainda não prever mudanças em qualquer concessão existente no Brasil como resultado da nova lei e acrescentou que a capitalização da Petrobras poderia acontecer dentro de 30 a 45 dias após a aprovação do novo marco regulatório do pré-sal.

(Com informações da Reuters)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos