Bolsas

Câmbio

Arrecadação de impostos cresce 26,4% e atinge maior valor do ano, diz Receita

Da Agência Brasil

Brasília - A arrecadação de impostos e contribuições federais registrou em novembro a melhor resultado do ano com R$ 72,090 bilhões, com crescimento real de 26,39% em comparação a novembro de 2008, quando o país começava a sentir mais fortemente os efeitos da crise financeira internacional.

No acumulado do ano, a arrecadação nominal alcançou R$ 624,420 bilhões com queda de 3,99% em comparação ao mesmo período do ano passado.


As receitas administradas pela Receita Federal tiveram crescimento real de 19,36% em relação a novembro de 2008. Os principais fatores que contribuíram para o resultado de novembro foram fatos gerados no mês de outubro, que em comparação com o mesmo período de 2008 representaram elevação de 23,60% na venda de veículos, 11,20% na venda de bens e serviços, 5,57% na massa salarial, mesmo com redução de 3,20% na produção industrial.

Outros fatores foram os parcelamentos de impostos, com R$ 3 bilhões, a transferência de depósitos de R$ 2,1 bilhões, o crédito prêmio em R$ 300 milhões. As desonerações, como a do Imposto sobre Produtos Industrializados nas compras de eletrodomésticos e móveis consumidor, somaram R$ 2 bilhões.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos