ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

País gerou 995 mil empregos formais em 2009, abaixo da expectativa do governo

Roberta Lopes

da Agência Brasil

20/01/2010 11h57

Brasília - Em 2009 o país gerou 995.110 postos de trabalho com carteira assinada. O número ficou abaixo da estimativa do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, que era de mais de 1 milhão de empregos. No período foram admitidos 16.187.640 e demitidos 15.192.530 trabalhadores.


No mês de dezembro, houve queda de 415.192 vagas, resultado da contratação de 1.068.481 pessoas e da demissão de 1.483.673. Os dados constam do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho, divulgado há pouco por Carlos Lupi.

Os setores que mais demitiram foram indústria, agricultura e serviços. O movimento se deveu ao esgotamento da bolha de consumo provocada pelas isenções de impostos, a entressafra e o final do ano escolar, consideradas características sazonais.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia