Bolsas

Câmbio

Eletrobrás poderá ter 49% da usina da Belo Monte, diz ministra

Wellton Máximo

Da Agência Brasil

Brasília - A ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Dilma Rousseff, afirmou nesta sexta-feira que a participação da Eletrobrás no leilão da usina de Belo Monte, no rio Xingu (PA), tende a ser de 49% no valor total da operação. Segundo ela, a decisão ainda não foi tomada, mas deve sair em breve. O leilão está previsto para 20 de abril.


A elevação do preço da energia a ser cobrado em Belo Monte, disse Dilma, ocorreu por conta das exigências ambientais que encareceram o empreendimento. Apesar disso, ela avalia que o preço final da energia pode ser mais baixo devido à concorrência do leilão.

"Na usina de Santo Antônio, em Rondônia, os analistas diziam ser impossível o preço da energia abaixo de R$ 130. No final, um consórcio de empresas ofereceu R$ 78 e outro, R$ 70", disse a ministra, após encerramento da reunião do Conselho de Administração da Petrobras.

Nesta semana, o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou a revisão dos custos de Belo Monte e aumentou de R$ 68 para R$ 83 o valor máximo a ser cobrado por megawatt/hora (Mwh).

Dilma disse ainda que o governo tenta atrair o maior número possível de participantes para o leilão de Belo Monte e para o trem de alta velocidade que ligará São Paulo ao Rio de Janeiro. Segundo ela, o trem terá os primeiros trechos prontos até 2014.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos