Bolsas

Câmbio

Acordo entre Brasil e EUA beneficiará áreas relacionadas à defesa e tecnologia

Pedro Peduzzi

Da Agência Brasil

Brasília - Brasil e Estados Unidos assinarão na segunda-feira (12) um acordo na área de defesa com o objetivo de institucionalizar e aperfeiçoar diversos tipos de cooperações entre os dois países. O acordo, segundo o ministro da Defesa, Nelson Jobim, não prevê a instalação de bases militares norte-americanas em território brasileiro, conforme havia sido noticiado pela imprensa argentina.

Entre as áreas beneficiadas pelo acordo que será assinado estão as iniciativas comerciais relacionadas à defesa; os programas e projetos de tecnologia; o intercâmbio de estudantes, instrutores e pessoal de treinamento; e eventos esportivos e culturais.

Em nota, o Itamaraty afirma que o documento prevê respeito à integridade, à soberania e garantirá a inviolabilidade territorial, conforme define – em outro acordo, assinado em novembro do ano passado no Equador – a União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

Para evitar problemas com os vizinhos, o Brasil encaminhou um comunicado detalhando o acordo aos países membros da União das Nações Sul Americanas (Unasul). Segundo o Itamaraty, o texto a ser firmado com os Estados Unidos segue o modelo de 28 acordos já assinados com outros países.

Ontem (7), o ministro da Defesa já havia negado a informação veiculada pela imprensa argentina de que o acordo com os Estados Unidos resultaria na instalação de uma base militar norte-americana em território brasileiro. "É apenas um acordo genérico que viabilizará a troca de estudos e o aperfeiçoamento das investigações", disse o ministro após participar de uma audiência na Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos