Bolsas

Câmbio

Emprego na indústria sobe 0,7% em fevereiro, 1ª alta desde novembro de 2008

Da Redação

em São Paulo

O nível de emprego na indústria brasileira subiu 0,7% em fevereiro comparado com igual mês de 2009, a primeira taxa positiva desde novembro de 2008. Em relação a janeiro de 2010, o emprego cresceu 0,6%, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


O número de horas pagas cresceu 1,6% em relação ao ano passado, o primeiro resultado positivo desde outubro de 2008. Comparado com janeiro de 2010, o indicador avançou 1,5% e reverteu o resultado negativo do mês anterior.

A folha de pagamento real cresceu 2,8% em relação a fevereiro de 2009 e 2,7% comparado com janeiro de 2010.

Na comparação anual, o emprego industrial cresceu em nove dos 14 locais pesquisados, com destaque para São Paulo (1,4%), região Nordeste (2,9%) e Ceará (8,5%). O IBGE nota que, na indústria paulista, sobressaíram as contratações nos segmentos de papel e gráfica (20,1%), têxtil (9,2%) e vestuário (4,8%). Já nas indústrias nordestina e cearense, os destaques ficaram com calçados e couros (20,1% e 24,9%, respectivamente) e alimentos e bebidas (2% e 7,5%).

Entre as regiões que mostraram queda nas contratações, o IBGE ressalta Minas Gerais (-1,2%), que sofreu a pressão do segmento de vestuário (-25,8%), e Paraná (-1,4%), que foi influenciado por alimentos e bebidas (-4,3%).

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos