Bolsas

Câmbio

Acordos do Brasil com a União Europeia permitirão ampliar voos internacionais e exportações

Carolina Gonçalves

da Agência Brasil

Rio de Janeiro - A partir de 14 de julho, o número de voos internacionais do Brasil para a União Europeia deve aumentar. A informação é do ministro da Defesa, Nelson Jobim. Na manhã de hoje (25) ele assinou uma declaração para firmar dois acordos com a União Europeia em dois meses.

O primeiro acordo prevê que as companhias aéreas dos participantes possam pedir rotas para o Brasil, a partir de aeroportos de países europeus vizinhos. Isso permitirá que qualquer aeroporto europeu tenha ligação direta com o Brasil.

"Hoje, 20 países da União Europeia não contam com ligação direta com o Brasil. O acordo aumenta a possibilidade de voos internacionais e a concorrência, com benefício direto para o passageiro e para as empresas".

O segundo acordo prevê o reconhecimento mútuo dos certificados de aeronavegabilidade e segurança emitidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) na União Europeia e os emitidos pela European Aviation Safety Agency (Easa) – órgão regulador europeu no Brasil.

Isso significa que uma aeronave fabricada e certificado no Brasil não precisará passar pelo mesmo processo de certificação na Europa como acontece hoje.

"Esse acordo impulsionará as exportações brasileiras, ou seja, facilita a vida de todos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos