Bolsas

Câmbio

Economia para pagar juros sobe 66% e atinge R$ 19,8 bi em abril

Da Redação, em São Paulo

O país registrou superavit primário de R$ 19,789 bilhões em abril, informou o Banco Central nesta quinta-feira. O número representa crescimento de 65,6% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando o superavit havia sido de R$ 11,95 bilhões.

Superavit primário é o quanto de receita os governos conseguem economizar. Esse dinheiro é usado para pagar os juros da dívida pública. Um exemplo desses juros é o valor que os investidores que compraram títulos do governo recebem como remuneração pela sua aplicação.

O desempenho em abril elevou o superavit acumulado no ano a R$ 24,698 bilhões, o equivalente a 2,30% do Produto Interno Bruto (PIB), e superou a meta para o quadrimestre, que era de R$ 18 bilhões.

Esse resultado divulgado hoje leva em conta a economia total feita pelo país, o chamado setor público consolidado, que inclui União, Estados, municípios e estatais.

Ontem, foi divulgado um número parcial, que era o superavit primário apenas do governo federal, chamado de governo central pelos técnicos (inclui só Tesouro, Previdência e Banco Central). Esses órgãos obtiveram em abril um saldo positivo de R$ 16,576 bilhões, após dois meses de resultados ficais negativos. O resultado do governo federal faz parte do superavit do setor público consolidado.

(Com informações da Reuters)

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos