PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Cerveja dos Simpsons chega a São Paulo, mas só em dezembro

Maria Carolina Abe

Do UOL Economia, em São Paulo

18/11/2011 16h36

Os fãs de cerveja e dos Simpsons vão ter que esperar mais um pouco. Notícias recentes e mensagens no Twitter davam conta de que a cerveja Duff, favorita de Homer na série animada americana, já estava à venda em São Paulo. Mas não adianta correr para o bar para garantir a sua. Pelo menos por enquanto.

A cerveja foi comercializada no Empório Liberdade, em São Paulo, mas só como teste. "Mandamos seis caixas, e foram vendidas em 15 minutos", diz Conrado Kaczynski, sócio da Duff Brasil, distribuidora da marca no país. A cerveja só deve estar disponível mesmo daqui a duas semanas. "Só em dezembro", afirma.

Mesmo assim, é melhor não criar expectativas de prová-la tão cedo. "A produção dos próximos meses já está totalmente vendida e deve se esgotar rapidamente nos pontos de venda. No começo, vai ser superdifícil conseguir comprar", afirma Kaczynski.

Em bares e empórios, por enquanto, a Duff só será vendida na cidade de São Paulo. Fora da capital paulista, o consumidor deve encontrar o produto em quiosques da rede Mr Beer (que estão presentes em São Paulo mesmo, no Rio, no Paraná e no Distrito Federal).

Apesar de, no desenho, Homer Simpson ser adepto da versão em latinha, no Brasil a cerveja chega na embalagem de vidro long neck, com preço entre R$ 8 e R$ 10. A ideia é competir com as cervejas importadas e as artesanais brasileiras, que são mais sofisticadas --e caras.

"É uma cerveja puro malte, não tem nenhum aditivo ou conservante", diz Kaczynski.

A bebida será fabricada pela cervejaria SaintBier, na pequena cidade de Forquilinha (SC), e que já tem no cardápio a Cerveja Coruja.

"Visitamos várias microcervejarias no Brasil todo, avaliando capacidade de produção e procurando um bom mestre cervejeiro", conta Kaczynski.

A produção inicial é bastante limitada: nos primeiros três meses, mil caixas por mês, cada uma com 24 garrafinhas. Depois, a produção deve crescer gradativamente, chegando a 5.000 por mês daqui a um ano.

O plano da Duff Brasil é primeiro conseguir dar conta da demanda na cidade de São Paulo, para depois partir em busca do interior paulista e de outros Estados.

Cerveja Duff não é da Fox, mas sim ideia de empresário mexicano

Apesar da forte referência aos Simpsons, a cerveja não tem nenhuma outra relação com a Fox, detentora dos direitos sobre a história da família Simpson.

O empresário mexicano Rodrigo Contreras teve a sacada de trazer a bebida das telinhas para o mundo real.

Em 2007, ele fechou uma parceria com a cervejaria belga Haacht Brewery, e o produto estreou na Europa, em países como Espanha, Alemanha, Bélgica, Itália e França.

Em 2009, foi criada a Duff Sudamerica, levando o produto a países da América do Sul: Chile, Paraguai, Colômbia e Panamá.

Finalmente, a Duff Sudamerica decidiu trazer a marca para o Brasil --em parceria com a Duff Brasil, de Conrado Kaczynski, que será responsável pela distribuição do produto.