IPCA
0.01 Jun.2019
Topo

Governo reduz IPI de móveis, luminárias e revestimentos

Do UOL, em São Paulo

2012-03-26T19:24:48

26/03/2012 19h24

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta segunda-feira (26) que vai prorrogar a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para eletrodomésticos, além de incluir outros setores no benefício: móveis, laminados e luminárias.  A redução vale por três meses, até 30 de junho.

O objetivo da redução de impostos é  incentivar o consumo e dar fôlego ao crescimento econômico. O governo federal deixará de arrecadar R$ 490 milhões.

Veja abaixo as medidas, que devem ser publicadas em edição extra do "Diário Oficial" da União. 

Linha branca

Foram prorrogada por mais três meses as seguintes alíquotas:

- zero para fogões de cozinha;

- 5% para refigeradores e congeladores;

- 10% para lavadoras de roupa;

- e zero para  "tanquinhos".  

Quando anunciou pela primeira vez o benefício fiscal, o Ministério da Fazenda informou que a desoneração na linha branca valia apenas para equipamentos com o maior patamar de eficiência energética, de classe A.  

Móveis    

A alíquota do IPI sobre móveis foi reduzida de 5% para zero.  

Luminárias e lustres    

O IPI sobre luminárias e lustres também caiu, de 15% para 5%.  

Laminados

O IPI foi reduzido de 15% para zero. 

Papel de parede

O IPI baixa de 20% para 10%. 

(Com informações da Reuters)

Mais Economia