IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Empresa sugere que aeromoças emagreçam para economizar combustível

Divulgação
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

05/04/2012 15h19

A companhia aérea irlandesa Ryanair, conhecida por oferecer voos de baixo custo, anunciou algumas medidas inusitadas para tentar reduzir o peso das aeronaves e, com isso, economizar combustível. Entre elas está o estímulo para que as aeromoças percam peso, segundo reportagem do jornal britânico "Telegraph".

O porta-voz da Ryanair, Stephen McNamara, disse que cada quilo a menos é importante para a economia geral de combustível.

Além da perda de peso das aeromoças, a Ryanair reduzirá o tamanho da sua revista de bordo e passará a servir menos gelo nas bebidas dos passageiros. A companhia aérea ainda considerou tirar os braços dos assentos, mas a proposta foi deixada de lado. 

A empresa aérea tem um calendário com funcionárias em poses sensuais e já teve problemas na Justiça por causa de anúncios polêmicos.

Campanhas polêmicas

Em fevereiro, a autoridade britânica de regulação da publicidade proibiu uma propaganda da companhia que mostrava aeromoças de lingerie, sob a frase "Red Hot Fares & Crew" --algo como "Tarifas quentes e tripulação também".

A empresa já estudou até mesmo oferecer pornografia para os passageiros durante o voo, em um aplicativo para iPads e smarthphones.

Acostumada com as polêmicas, a Ryanair anunciou que pretendia cobrar pelo uso dos banheiros a bordo dos aviões, além de oferecer passagens mais baratas para quem voasse em pé.

(Com informações de AFP, Efe e Reuters)

Economia