PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Veja 7 tendências para o mercado de franquias

Larissa Coldibeli

Do UOL, em São Paulo

15/06/2012 06h00

O surgimento das microfranquias, que permitem a criação de negócios com investimento até R$ 50 mil, e um novo mercado consumidor, com a expansão da classe C, têm dado novo fôlego às franquias.

Na semana em que ocorre a feira de franquias da ABF (Associação Brasileira de Franchising), o UOL conversou com especialistas da área que apontam as principais tendências em franquias para quem está pensando em apostar nesse tipo de negócio.

Marcus Rizzo, diretor da consultoria Rizzo Franchise, destaca o crescimento de franquias de serviço em comparação a franquias de produtos e atividades não tradicionais no segmento. “Um exemplo são os serviços de cuidados para crianças e idosos, manutenção e conservação de residências e até mesmo imobiliárias e corretores de imóveis”, diz.

Ele observa também a expansão das franquias para a região Nordeste e para o interior dos estados. “Essa nova classe social emergente cria uma nova demanda de consumo que a oferta local não é capaz de atender. Isso cria oportunidades para franquias”, afirma.

Já o especialista em franquias Adir Ribeiro, presidente da Praxis Education, aponta novos modelos de negócios, como os que reúnem mais de uma marca em um mesmo espaço, o chamado "co-branding", ou de lojas menores, mais compactas, ou como quiosques e carrinho.

O desaquecimento da economia por conta da crise internacional também deve afetar as estratégias das franqueadoras e dos franqueados, que passarão a concentrar esforços em conseguir melhores resultados nos negócios já existentes.

Para isso, segundo Ribeiro, as franqueadoras devem investir mais na capacitação dos franqueado, para desenvolver neles o pensamento empresarial e a disposição a correr riscos. “Se a franquia que você tem em vista apresentar essas características, ela está atenta aos movimentos do mercado”, diz Ribeiro.