PUBLICIDADE
IPCA
+0,31 Abr.2021
Topo

Indústria lidera queda de vagas e perde 8% em 2 anos

Do UOL, em São Paulo

21/09/2012 10h00

A indústria foi o setor que mais perdeu vagas de emprego no Brasil. Entre 2009 e 2011, a queda foi de 8%, indo de 13,5 milhões de trabalhadores para 12,4 milhões.

Agricultura vem a seguir, com perda de 7,3% (caindo de 15,2 milhões para 14,1 milhões).

No outro extremo, construção foi a área que se destacou por ter crescido mais em termos percentuais de 2009 para 2011. Seu contingente aumentou em 13,6%, indo de 6,8 milhões para 7,8 milhões de trabalhadores.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada nesta sexta-feira (21) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O setor de serviços é o que mais tem trabalhadores, com 41,5 milhões. Em 2009, os empregados em serviços representavam  43,1% da população ocupada. O índice aumentou para 44,9% em 2011.

As pessoas que trabalham em comércio e reparação somam 16,5 milhões e estão em segundo lugar no universo de ocupados, com participação de 17,8% em 2011 (a mesma registrada em 2009).

Aproximadamente 12,4 milhões de trabalhadores estavam envolvidos em atividades relacionadas com indústria, configurando a queda de 8% em relação a 2009.
A participação desses trabalhadores na população ocupada também seguiu a trajetória de queda, indo de 14,8%, em 2009, para 13,5% em 2011.