IPCA
0.01 Jun.2019
Topo

Mais de 600 mil caem na malha fina; Receita libera consulta ao último lote do IR

Do UOL, em São Paulo

2012-12-10T09:00:00

10/12/2012 09h00

A Receita Federal liberou nesta segunda-feira (10) consulta ao sétimo e último lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2012, juntamente com declarações de 2011, 2010, 2009 e 2008 que ficaram na malha fina. Segundo a Receita, 616.569 mil declarações ficaram retidas na malha neste ano, uma alta de 8,2% em relação a 2011.

Para saber se a declaração foi liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone, no número 146.

O dinheiro cai na conta do banco que o contribuinte indicou na declaração na segunda-feira seguinte (17). 

Malha fina

Os contribuintes que não entraram nas relações de restituições liberadas neste ano podem verificar no extrato da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2012 eventuais pendências e se existem motivos para a retenção em malha fina.

O documento está disponível no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC). Para acessá-lo, é necessário usar o código de acesso gerado na própria página da Receita, ou o certificado digital emitido por autoridade habilitada. Para gerar o código, o contribuinte precisará informar o número do recibo de entrega das declarações de Imposto de Renda dos dois últimos exercícios.

A omissão de rendimentos responde por 69,12% das declarações restritas. Os outros destaques são: despesas médicas (11,6%), ausência de DIRF (8,3%) e divergência de DIRF (3,1%).

Restituição fica disponível no banco por um ano

Já quem teve a restituição liberada, terá até um ano para pegar o dinheiro devolvido. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá pedi-la por meio da internet.

Caso a restituição não seja creditada no banco, o contribuinte poderá entrar em contato com qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento da instituição por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (pessoas com deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

(Com informações de InfoMoney e Agência Brasil)

Mais Economia