PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Indústria reduz previsão de crescimento da economia para 2% no ano

Do UOL, em São Paulo

04/07/2013 11h08Atualizada em 04/07/2013 12h08

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) reduziu, nesta quinta-feira (4), a previsão de crescimento da economia brasileira para 2% neste ano. A estimativa anterior era de que o Produto Interno Bruto (PIB) crescesse 3,2%.

A CNI também reduziu a expectativa de crescimento da indústria, de 2,6% para 1% neste ano. Para a entidade, a taxa básica de juros (Selic) deve fechar 2013 em 9,5% ao ano, acima da estimativa anterior, de 7,25%.

No fim de junho, o Banco Central também reduziu sua estimativa de crescimento para a economia, mas foi um pouco mais otimista: cortou de 3,1% para 2,7%.

Indústria patina

Dados divulgados na segunda-feira (2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostraram queda na produção industrial em maio

A produção recuou 2% em maio ante abril, após ter subido nos dois meses anteriores. Em comparação com maio de 2012, a produção industrial cresceu 2,4%.

A queda foi generalizada: 20 dos 27 setores da indústria pesquisados apresentaram queda mensal, com destaque para alimentos (-4,4%), máquinas e equipamentos (-5%) e veículos automotores (-2,9%).

(Com Reuters)