IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Petrobras adia novamente divulgação de balanço do terceiro trimestre

Julio Cesar Guimarães/UOL
Imagem: Julio Cesar Guimarães/UOL

Maria Carolina Abe

Do UOL, em São Paulo

12/12/2014 21h12Atualizada em 12/12/2014 21h33

A Petrobras adiou novamente a divulgação de seu balanço do terceiro trimestre, confirmou ao UOL por telefone a área de Relações com Investidores da empresa. Estava previsto que os resultados fossem publicados na noite desta sexta-feira (12), ainda que sem revisão e aprovação dos auditores independentes.

O adiamento se deve, segundo a empresa, a novos fatos relacionados, direta ou indiretamente, à Operação Lava Jato, da Polícia Federal, e que poderá divulgar os resultados até 31 de janeiro de 2015.

A estatal limitou-se a apresentar indicadores operacionais, como a receita de vendas (R$ 88,378 bilhões no terceiro trimestre), caixa e equivalente de caixa (R$ 62,4 bilhões), e endividamento líquido (R$ 261,445 bilhões).

A empresa é alvo de denúncias de corrupção na operação Lava Jato. Mais cedo, a Justiça aceitou parte da denúncia feita ontem pelo MPF (Ministério Público Federal) contra 36 suspeitos de participarem do esquema de desvios na Petrobras.

A Petrobras também é investigada nos EUA pela SEC (Securities Exchange Commision), órgão que regula os mercados no país. A empresa e alguns executivos enfrentam, ainda, uma ação coletiva em um tribunal federal de Nova York.

Se as denúncias forem confirmadas, "podem impactar potencialmente as demonstrações contábeis", afirmou a estatal em comunicado em novembro. A empresa pode ter que alterar o valor de bens e projetos já contabilizados anteriormente, por exemplo, caso se comprove que eles foram superfaturados.

Dados operacionais já foram divulgados

O prazo legal para a estatal prestar contas sobre seu desempenho venceu em 14 de novembro, de acordo com as regras da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), órgão que regula a atividade das empresas com ações na Bolsa. A multa diária prevista pela CVM é de R$ 500 por dia.

A estatal divulgou seus resultados operacionais do terceiro trimestre em 17 de novembro.

Segundo a Petrobras, foram conectados 15 novos poços produtores, estimando a conexão de outros 16 no último trimestre do ano. Se cumprida, a meta fará a companhia fechar o ano com 62 interligações, ante 34 no ano passado.

A companhia afirmou que a produção de gás natural alcançou 441 mil barris por dia (bpd) entre julho e setembro. A produção de derivados no país atingiu 2,204 milhões de bpd no mesmo período, alta de 4% na comparação anual.

(Com agências de notícias)