Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta sexta, 13 de maio

Vinícius Garcia

Do UOL, em São Paulo

Balanço do mercado

No segundo dia de governo Temer, a Bovespa fechou em queda de 2,7%, com 51.804,31 pontos. Apesar da baixa no dia, a Bolsa terminou a semana com leve alta de 0,17%, mas ainda acumula desvalorização de 3,91% no mês.

No mercado de câmbio, o dólar subiu pelo segundo pregão consecutivo. A alta desta sexta foi de 1,47%, para R$ 3,524. A moeda americana termina assim a semana com ganho de 0,59%.

Leia mais

 

Encolhendo...

O nível da atividade da economia brasileira caiu 0,36% em março deste ano em relação a fevereiro, a 15ª queda mensal seguida. Os dados são do Banco Central.

O índice, que é uma prévia do PIB, registrou um encolhimento de 1,44% no primeiro trimestre deste ano em comparação com o período anterior. No comparativo com março de 2015, o indicador caiu 6,31%.

Leia mais

 

Prioridades da economia

No primeiro pronunciamento como ministro da Fazenda do governo Temer, Henrique Meirelles afirmou que a meta do governo é diminuir impostos, mas que agora pode ser preciso criar mais um.

O ministro também disse que a reforma da Previdência é uma das prioridades do atual governo, e que a proposta pode prever aumento da idade mínima para se aposentar. Meirelles afirmou ainda que os programas sociais serão mantidos, mas vão sofrer forte avaliação.

Leia mais

 

Cortes no governo

Romero Jucá, novo ministro do Planejamento, disse hoje que o governo do presidente interino Michel Temer, do PMDB, deve cortar até 4.000 cargos comissionados.

Jucá afirmou ainda que deve fazer auditoria nos programas sociais e que as medidas devem ser feitas até o final do ano.

Leia mais

 

Menos dinheiro em caixa

A Petrobras prevê saldo final de caixa de US$ 21 bilhões em 2016, de acordo com o fluxo de caixa apresentado pela empresa a investidores. A projeção inicial era de US$ 26 bilhões.

A empresa informou ainda que esperar somar US$ 14 bilhões em corte de gastos e venda de bens e negócios. Para o final de 2017, a estatal deve terminar com caixa igual ao deste ano.

Leia mais

 

Em alta, mas menor

O PIB da zona do euro teve crescimento de 0,5% no primeiro trimestre deste ano em comparação com o último de 2015. A alta ficou abaixo da estimativa anterior, que era de 0,6%

No acumulado dos últimos 12 meses, a expansão foi de 1,5%. Os dados são da Eurostat, a agência de estatísticas da União Europeia.

Leia mais

 

Agenda

Na agenda econômica, o Banco Central divulga na segunda-feira o Boletim Focus com os principais indicadores econômicos do país, como o PIB e a inflação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos