Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta terça, 24 de maio

Saulo Novaes

Do UOL, em São Paulo

Mercado estável

O Ibovespa fechou hoje quase estável, com leve alta de 0,03%, e com 49.345,19 pontos, depois de cinco quedas seguidas. No mês, a Bolsa acumula perda de 8,47%, mas, no ano, ainda tem alta acumulada de 13,83%.

As ações da Petrobras e da  Braskem foram os destaques positivos da sessão. Por outro lado, as ações do Banco do Brasil tiveram perdas de 5%, que influenciaram no resultado do Ibovespa.

Já o dólar comercial teve queda hoje de 0,19%, cotado em R$ 3,576 na venda. No mês a moeda acumula alta de 3,94% e, no ano, a moeda tem desvalorização de 9,44%.

Leia mais
 


Pelo equilíbrio das contas

O presidente interino, Michel Temer, anunciou as medidas que o governo vai tomar para conter o endividamento do governo e controlar o deficit público.

O governo quer adiantar a devolução, pelo BNDES, dos empréstimos feitos ao Tesouro. Entre 2009 e 2014, o governo federal injetou mais de R$ 500 bilhões no banco estatal para elevar os empréstimos e estimular a economia. Segundo Temer, o governo quer receber de volta nos próximos meses R$ 100 bilhões - R$ 40 bilhões imediatamente e outras duas parcelas de R$ 30 bilhões. O presidente em exercício também propôs a extinção do chamado Fundo Soberano, espécie de poupança criada para ser usada em períodos de crise.

Leia mais
 


Imposto não sobe

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou hoje que o governo não pretende aumentar impostos e que isso só ocorreria em último caso.

Ele disse que deve ocorrer corte de isenções de impostos.


Leia mais
 


Zero despesa

Com a criação de um teto para o crescimento dos gastos públicos, o governo quer reduzir a zero o aumento das despesas em termos reais (acima da inflação). Isso inclui os gastos obrigatórios com saúde, educação e Previdência, que terão as regras atuais de crescimento revistas.

De acordo com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a reforma da Previdência terá como objetivo compatibilizar ao teto as atuais regras de correção dos benefícios previdenciários e a vinculação ao salário mínimo.

Leia mais
 


Nova lei, nova multa

O governo federal sancionou nesta semana a lei que torna obrigatório o uso do farol baixo durante o dia em rodovias brasileiras. A medida começa a valer em 45 dias.

O descumprimento vai ser considerado infração média, com quatro pontos na CNH e multa de R$ 85,13. Mas com a nova tabela de multas prestes a entrar em vigor nos próximos meses, o valor deve saltar para R$ 130,16.

Leia mais
 


"Escorpião" no bolso

Os brasileiros gastaram US$ 1,076 bilhão em viagens internacionais em abril. Isso representa uma queda de 34,6% em relação a abril de 2015 (US$ 1,644 bilhão). Em relação a março deste ano, houve baixa de 16,7% (US$ 1,291 bilhão).

Os números são do Banco Central (BC) e foram divulgados hoje.

Leia mais
 


"Não, obrigado!"

A Monsanto rejeitou a proposta de US$ 62 bilhões feita pela Bayer AG e vai buscar um preço mais elevado pelas ações. Em comunicado, a empresa informou que o conselho de administração avaliou, por unanimidade, a proposta como "incompleta e financeiramente inadequada".

Mas o comunicado aponta que a companhia está aberta a novas negociações para se chegar a um valor mais atraente para os acionistas.

Leia mais
 


Concorrência ao Uber

A Cabify, empresa espanhola que oferece um serviço semelhante ao da Uber, informou que vai começar a operar no Brasil no dia 6 de junho. A primeira cidade a receber o serviço será São Paulo.

O aplicativo promete oferecer aos consumidores preços mais baixos que os da Uber. O Cabify calcula o preço das corridas com base apenas na distância percorrida, sem computar o tempo levado pela corrida.

Leia mais
 


Agenda

Amanhã o IBGE vai divulgar as Estatísticas de Finanças Públicas e Conta Intermediária de Governo do Brasil no exercício de 2014.

Também será divulgado o IPC/FIPE para maio, que é índice que mede a variação de preços para o consumidor na cidade de São Paulo com base nos gastos de quem ganha de um a vinte salários mínimos.

Ainda nesta quarta-feira, o Banco Central vai informar a Nota de Política Monetária e Operações de Crédito de abril, e a Aneel vai divulgar a bandeira tarifária para o mês de junho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos