Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta segunda, 30 de maio

Andre Medeiros

Do UOL, em São Paulo

Abertura do mercado

A Bovespa fechou hoje em queda de 0,18%, com 48.964,34 pontos. É a segunda baixa seguida e o menor nível desde 7 de abril. A Bolsa acumula perda de 9,17% no mês. No ano, tem valorização de 12,95%.

Já no mercado de câmbio, o dólar comercial teve queda de 0,92%, cotado em R$ 3,578. No mês, a moeda americana acumula alta de 4,01%, mas, no ano, tem desvalorização de 9,37%.

Leia mais

 

Piora nas contas públicas

O aumento de 150% no deficit da Previdência piorou as contas do governo em abril. As receitas federais superaram as despesas em R$ 9,75 bilhões no mês. Mas o superavit foi 11,4% menor em relação ao mesmo mês do ano passado, já descontada a inflação do período.

No acumulado de 2016, pela primeira vez, o governo registra um resultado negativo de R$ 8,5 bilhões. Já o deficit acumulado nos últimos 12 meses é de R$ 137,8 bilhões. A projeção até o fim do ano é que o número chegue a R$ 170 bilhões.

Leia mais

 

Caracas fora da rota

O grupo Latam, dono da aérea TAM, anunciou a suspensão temporária e por tempo indeterminado dos voos para Caracas, na Venezuela. A decisão foi tomada, de acordo com a companhia, devido ao complexo cenário econômico pelo qual passa o país vizinho.

Com a medida, a Latam se junta às companhias Gol, Air Canada, Alitalia e Lufthansa, que também cancelaram operações na Venezuela por não conseguirem repatriar bilhões de dólares bloqueados no país.

Leia mais

 

Sai Bendine, entra Parente

Aldemir Bendine apresentou hoje carta de demissão da presidência da Petrobras. A expectativa é que Pedro Parente, indicado pelo governo interino, assuma o cargo já amanhã.

Parente ainda vai passar por avaliação do Conselho de Administração, que aguarda resultado do teste de integridade aplicado pelo comitê de remuneração e sucessão da companhia.

Leia mais

 

Preparando o terreno?

Após participar de um evento em São Paulo, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, voltou a afirmar que não descarta um aumento de impostos no futuro, apesar da medida não estar em pauta neste momento.

Meirelles não quis entrar em detalhes sobre quais medidas vão ser adotadas pelo governo Temer na economia, mas manteve o discurso de que as ações devem ser realistas e voltadas para a recuperação da confiança e estabilização da dívida pública.

Leia mais

 

Vão barrar?

Líderes de sete partidos afirmaram que só devem aprovar o pacote de medidas econômicas do governo interino de Michel Temer no Congresso caso haja mudanças em pelo menos duas delas: o teto dos gastos públicos e a reforma da Previdência.

Temer enfrenta resistência até mesmo na bancada do PMDB, do qual é presidente licenciado. Deputados e senadores entendem que é preciso um diálogo entre o governo e o Congresso antes das medidas serem colocadas em votação.

Leia mais

 

Agenda

Termina amanhã o prazo para que todos os microempreendedores Individuais entreguem a Declaração Anual Simples Nacional do MEI. O documento é obrigatório para que a empresa continue prestando serviços sem restrição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos