Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta terça, 31 de maio

Saulo Novaes

Do UOL, em São Paulo

Mercado em movimento

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou hoje em queda de 1,01%, com 48.471,71 pontos. É a terceira queda seguida da Bolsa e o menor nível desde 6 de abril.

A queda do dia foi puxada, principalmente, pelo desempenho negativo das ações do Bradesco, que caíram 5%, do Itaú Unibanco e da Petrobras. Assim, a Bovespa termina maio com perda de 10,09%. Apesar disso, o índice ainda acumula valorização de 11,81% no ano.

Já o dólar comercial teve alta hoje de 0,96%, cotado em R$ 3,612 na venda. Com isso, a moeda encerra maio com valorização de 5,01%. Porém, no ano, o dólar ainda acumula desvalorização de 8,5%.

Leia mais
 


Trabuco na mira

O Ministério Público Federal recebeu hoje um relatório da Polícia Federal que indicia o presidente do Bradesco, Luiz Trabuco, e outras nove pessoas no âmbito da Operação Zelotes, que investiga a venda de sentenças do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).

O relatório aponta os crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, tráfico de influência, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Com a divulgação da notícia, as ações do banco chegaram a cair 5%.

Leia mais


Aumento à vista

Projetos que aumentam a remuneração de servidores públicos, em tramitação na Câmara dos Deputados, custarão cerca de R$ 8,5 bilhões aos cofres públicos em 2016.

Durante reunião ontem, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e o líder do governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), definiram que a urgência dos aumentos da Advocacia-Geral da União, da Defensoria Pública da União, do Tribunal de Contas da União, da Câmara e do Senado terão prioridade na pauta de votações da Casa nos próximos dias.

Leia mais



Vagas em falta

O desemprego ficou em 11,2% no trimestre encerrado em abril, de acordo com dados divulgados pelo IBGE. A taxa é a maior já registrada pela Pnad Contínua, do IBGE, que teve início em janeiro de 2012.

No período, o número de desempregados no Brasil chegou a 11,4 milhões de pessoas.

Leia mais



O peso do Estado

Tudo o que o brasileiro trabalhou neste ano até amanhã, 1º de junho, foi apenas para pagar impostos, taxas e contribuições. Isso é o que aponta um estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

De acordo com o instituto, em 2016 o brasileiro terá que trabalhar 153 dias, o que equivale a cinco meses e um dia, apenas para pagar impostos. Em 2014 e 2015, foram 151 dias. Neste ano, a parcela da renda dos cidadãos destinada ao pagamento de impostos aumentou, chegando a 41,8%, em média.

Leia mais



Alívio para o bolso

A diretoria da Aneel determinou a manutenção da bandeira tarifária verde para junho. Isso significa que não será cobrada taxa extra na conta de luz.

Desde janeiro de 2015, as contas passaram a ter uma cobrança extra, chamada de bandeira vermelha, para compensar gastos mais altos para gerar energia. Nos últimos meses, essa bandeira foi mudando de cor.

Leia mais



"Uber da aviação"

A FlyEdge, uma start-up nacional de voos fretados compartilhados, promete "democratizar" o acesso à aviação executiva. A empresa é inspirada na norte-americana FlyBlade, que ficou conhecida como o "Uber da aviação".

As viagens oferecidas pela FlyEdge partem de São Paulo e têm como destino os litorais paulista e carioca, além de cidades no interior. A companhia ainda planeja expandir o número de destinos e chegar a outras capitais ainda este ano. Em 12 meses, a empresa prevê um faturamento de R$ 1,5 milhão.

Leia mais



Agenda

Amanhã, a partir das 9h, será divulgado o PIB do 1º trimestre, e às 15h o Ministério da Indústria e Comércio vai divulgar os dados da balança comercial de maio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos