Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta segunda, 27 de junho

Lucas Menegale

Do UOL, em São Paulo

Mercado financeiro

A Bovespa teve a segunda queda seguida e fechou o dia em baixa de 1,72%, com 49.245,53 pontos. O desempenho ruim foi puxado pelas ações da Petrobras, que caíram 5,5%, dos bancos e da mineradora Vale.

Já o dólar teve nova valorização e subiu 0,44%, cotado em R$ 3,395.

Leia mais

 

Juros altos

A taxa de juros do cheque especial subiu em maio e atingiu 311,3% ao ano. É o que mostram dados divulgados hoje pelo Banco Central. É a taxa mais alta desde julho de 1994, quando a pesquisa começou a ser feita.

Os juros do rotativo do cartão de crédito também subiram no mês passado e ficaram em 471,3% ao ano. Houve alta de 18,9 pontos na comparação com abril, e um salto de 111 pontos em relação a maio de 2015.

Leia mais

 

"Jeitinho"

O governo federal deverá utilizar o caixa de reservas, destinado para pagar o vencimento de títulos da dívida pública, para bancar a nova meta fiscal, que prevê um deficit de R$ 170 bilhões.

Assim, queimando recursos do colchão de reservas, o governo evitaria um crescimento ainda maior da dívida pública.

Leia mais

 

Ainda crescendo

Falando em dívida pública federal, ela manteve a trajetória de alta e cresceu 2,82% entre os meses de abril e maio deste ano. Com isso, o total devido pelo governo alcançou R$ 2,88 trilhões.

No final do ano passado, a dívida total foi de R$ 2,79 trilhões. A expectativa do Tesouro Nacional é que a dívida pública federal encerre o ano entre R$ 3,1 trilhões e R$ 3,3 trilhões.

Leia mais

 

De portas fechadas

Aproximadamente 14,3 mil estabelecimentos do setor de supermercados, alimentos e bebidas fecharam as portas de janeiro a abril deste ano.

O estudo, que foi divulgado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mostra que o número é quase seis vezes maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando 2.400 estabelecimentos encerraram as atividades.

Leia mais

 

Retomada?

Um levantamento divulgado hoje pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostrou que a crise que atinge o Brasil começa a perder fôlego. Apesar disso, de acordo com o coordenador do Grupo de Conjuntura do Ipea, José Ronaldo Souza Júnior, ainda há um longo caminho para a recuperação do país.

Segundo o Ipea, os sinais de que a crise está perdendo fôlego podem ser percebidos principalmente na indústria nacional. Além disso, a desvalorização do real em relação ao dólar beneficia o setor exportador brasileiro, principalmente nos segmentos têxtil, madeireiro e de calçados.

Leia mais

 

Reino Unido rebaixado

As agências de classificação de riscos Standard & Poor's e também a Fitch rebaixaram hoje a nota do Reino Unido.

Isso aconteceu por causa da incerteza gerada pela vitória em referendo da opção de o país deixar a União Europeia.

Leia mais

 

Agenda

Amanhã o Banco Central publica um relatório trimestral descrevendo os padrões inflacionários no Brasil. Os EUA também vão divulgar o PIB referente aos três primeiros meses do ano.

Uma comissão especial discute e vota o texto que desobriga a Petrobras de ser operadora única do pré-sal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos