Topo

IBGE: Safra deve ser 8,4% menor em 2016; produção de feijão pode cair 6,6%

Reinaldo Canato/UOL
Imagem: Reinaldo Canato/UOL

Do UOL, em São Paulo

07/07/2016 13h10

As projeções mensais que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) faz para a safra brasileira de grãos deste ano continuam em queda e indicam que 2016 pode fechar com uma safra 8,4% menor do que a do ano passado, que foi de 209,4 milhões de toneladas.

Os dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), relativos a junho, apontam para uma produção total de cereais, leguminosas e oleaginosas de 191,8 milhões de toneladas, resultado que, se for confirmado, representaria 17,6 milhões de toneladas a menos que a safra recorde de 2015.

O preço do feijão pesou no seu bolso?

Resultado parcial

Total de 7246 votos
45,86%
42,40%
11,74%
Total de 7246 votos

Nas projeções do LSPA de maio, que já apontavam para uma safra menor este ano, a queda prevista para a safra de 2016 era de 2,1%.

Produção de feijão

Em relação à produção de feijão, o novo vilão dos supermercados, o IBGE projeta uma redução de 1% no mês e de 6,6% no ano, devido às condições climáticas desfavoráveis. A queda da produção provocou aumento dos preços no país, principalmente do feijão carioca.

"Os preços, que já apresentavam um comportamento ascendente desde o início do ano, em junho sofreram forte aumento, chegando a mais de R$ 500 a saca de 60 kg em Minas Gerais", afirma a pesquisa.   

Principais produtos da safra

Arroz, milho e soja são os três principais produtos da safra nacional de grãos e, somados, representaram 92,4% da estimativa da produção e 87,4% da área a ser colhida este ano. 

Os dados de junho indicam que a produção será negativa para estes três produtos. A de milho, por exemplo, deverá fechar em queda de 18% em relação a produção do ano passado; a de arroz será menor em 12,2% e a da soja cairá 0,6%.

(Com Agência Brasil)

Feijão caro faz prato feito do almoço ficar menor e com marca mais barata

UOL Notícias

Receba notícias do UOL Economia pelo WhatsApp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? Primeiro, adicione este número à agenda do seu telefone: +55 (11) 96492-6379 (não esqueça do "+55"). Depois, envie uma mensagem para este número por WhatsApp, escrevendo só: grana10

Mais Economia