Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta sexta, 8 de julho

Luiz Gomes

Do UOL, em São Paulo

Mercado Financeiro

A Bolsa de São Paulo fechou o dia em alta de 2,16%, com 53.139,32 pontos. O desempenho foi puxado pela valorização das ações da Petrobras, da Vale e dos bancos. Esse foi o terceiro avanço seguido do Ibovespa, que valorizou 1,74% na semana.

Já o dólar caiu 2,12%, cotado em R$ 3, 294. Essa foi a primeira queda depois de cinco altas seguidas. Na semana a moeda norte-americana valorizou 1,91%.

Leia mais

 

"Trabalhar é minha sina"

O presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Robson Braga de Andrade, sugeriu hoje que o Brasil precisa uma reforma na Previdência Social e nas leis trabalhistas.

Falando em "medidas muito duras", Andrade sugeriu adotar uma carga horária de até 80 horas semanais e de 12 horas diárias para os trabalhadores.

As iniciativas são parecidas com as do governo francês, que fez uma reforma trabalhista esse ano. A declaração de Andrade foi feita depois de um encontro com 100 empresários e o presidente interino Michel Temer (PMDB).

Leia mais

 

Inflação menor

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo, considerado a inflação oficial do país, voltou a perder força e teve alta de 0,35% em junho. No mês anterior, o IPCA subiu 0,78%, de acordo com o IBGE. Em junho de 2015, a variação foi de 0,79%.

No primeiro semestre do ano, a inflação acumula avanço de 4,42% e, em 12 meses, de 8,84%. Os vilões do IPCA na primeira metade de 2016 foram o feijão, a batata e o alho com altas de 89%, 54% e 36%, respectivamente.

Leia mais

 

Petrobras prejudicada de novo?

A Petrobras pode ter que arcar com uma dívida bilionária da Eletrobras. O prejuízo pode vir porque a estatal brasileira do setor elétrico não pagou R$ 9,9 bilhões em fornecimento de combustíveis para termelétricas no Norte.

A solução para a dívida deve envolver repasses do Tesouro e um aumento de impostos para consumidores locais, diz o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa.

Leia mais
 


Brexit pode sair caro

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revisou a projeção de crescimento da zona do euro em 2017 de 1,6% para 1,4%. A piora na avaliação foi devido principalmente a decisão do Reino Unido em plebiscito de sair da União Europeia.

Além da decisão britânica, a desaceleração do crescimento global, a crise dos refugiados e possíveis ameaças terroristas são outros problemas apontados pelo FMI. Em contrapartida, o crescimento em 2016 deve passar de 1,5% para 1,6%.

Leia mais
 


Restituições liberadas 

Você ainda não recebeu a sua restituição do Imposto de Renda 2016? Então, fique atento! A Receita Federal liberou hoje as consultas ao segundo lote. Também foram liberados pagamentos de IRs de 2008 a 2015 que caíram na malha fina.

Para saber se teve a declaração liberada, acesse o site receita.fazenda.gov.br ou ligue para o Receitafone, no número 146. O pagamento deve ser feito no dia 15 de julho.

Leia mais

 

Agenda da semana

Na agenda econômica da segunda-feira, a Fundação Getúlio Vargas divulga a prévia do IGP-M de julho, e o Banco Central apresenta o relatório Focus da semana.

Já o Ministério do Desenvolvimento divulga dados da balança comercial da última semana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos