Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta quarta, 20 de julho

Luiz Gomes

Do UOL, em São Paulo

Juros mantidos

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) decidiu manter a taxa básica de juros (Selic) em 14,25% ao ano. Essa foi a primeira definição sobre juros com o novo presidente do BC, Ilan Goldfajn.

A decisão foi unânime entre os integrantes do comitê. Faz exatamente um ano que a taxa está nesse nível, que ainda é considerado alto em relação a outros países. O BC utiliza a Selic para tentar controlar a inflação.

Leia mais

 

Mercado Financeiro

A Bolsa de São Paulo fechou o dia em baixa de 0,21%, com 56.578,05 pontos. Com a queda, o Ibovespa quebrou uma sequência de dez altas, a maior série de ganhos desde 2010. No mês, a valorização é de 9,8%.

Já o dólar caiu 0,32%, cotado em R$ 3,249. Na terça, a moeda norte-americana tinha valorizado 0,22%. No mês, o dólar subiu 1,1%.

Leia mais

 

Isenção olímpica

Em tempos de crise financeira, a Olimpíada do Rio de Janeiro vai abrir os cofres públicos em isenções fiscais para 780 empresas e entidades. Globo, Odebrecht, Bradesco, Coca-Cola e o Comitê Olímpico Internacional estão entre os beneficiados.

Conceder isenções fiscais em Olimpíadas é um compromisso comum entre os países-sedes e o COI. No Brasil, o total de imposto renunciado deve ficar em torno de R$ 3,8 bilhões.

Leia mais

 

Apagão financeiro

Das 31 maiores distribuidoras de energia do país, 23 estão com risco elevado de insustentabilidade financeira. É o que mostra relatório feito a pedido do TCU, o Tribunal de Contas da União.

Endividadas, as empresas não cumprem programas de investimento e cobram mais dos usuários por ineficiência. Mesmo com pouco dinheiro em caixa e até com prejuízos, as distribuidoras de energia distribuíram R$ 3,4 bilhões em lucros e dividendos em 2014.

Leia mais

 

Sem ajuda no consignado

O trabalhador que pretende usar o FGTS como garantia em um empréstimo consignado vai ter de esperar mais um pouco. A Caixa Econômica Federal vai demorar pelo menos até setembro para liberar a nova linha.

O empréstimo com condições mais favoráveis para o trabalhador foi assinado pela presidente afastada, Dilma Rousseff, em 30 de março. A nova linha vai permitir o uso de 10% do FGTS e 40% da multa rescisória como garantia de um consignado.

Leia mais

 

Cortando na carne (do trabalhador)

A JBS, maior processadora de carne bovina do mundo, anunciou o fechamento de um frigorífico na cidade de Presidente Epitácio, no Estado de São Paulo, e a demissão de 500 funcionários.

A unidade tinha 795 empregados e realizava o processo de desossa de carne. Quem não foi demitido será transferido para outras unidades da empresa. A dona da marca Friboi alegou que fechou a fábrica após mudanças nos impostos cobrados pelo governo de São Paulo.

Leia mais

 

Agenda da semana

Na agenda econômica, o IBGE divulga os dados do IPCA-15, que mede a inflação nas principais regiões metropolitanas do país.

No exterior, o Conselho do Banco Central Europeu decide a taxa de juros da região, e os Estados Unidos divulgam dados sobre o desemprego no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos