Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta quarta, 28 de setembro

Do UOL, em São Paulo

Mercado financeiro

A Bolsa fechou em alta de 1,67%, com 59.355,77 pontos. É a segunda alta seguida da Bovespa.

O resultado foi puxado, principalmente, pelo desempenho positivo das ações da Petrobras, que saltaram mais de 5%. Os papéis da Vale e dos bancos Bradesco, Itaú Unibanco e Banco do Brasil também fecharam em alta. Outro destaque foram as ações da Braskem, que dispararam mais de 10% e lideraram as altas do Ibovespa.

Após operar em alta durante quase toda a sessão, o dólar inverteu o movimento no final da tarde e acabou registrando queda de 0,28%. A moeda ficou cotada em R$ 3,22.

Leia mais

 

Mudança nos benefícios

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, confirmou que o governo do presidente Michel Temer estuda desvincular benefícios do salário mínimo. Um deles seria a pensão por morte.

Já a aposentadoria não vai ser desvinculada do salário mínimo porque o governo entende que uma alteração nessa regra poderia gerar questionamentos na Justiça.

Leia mais



Alteração na Previdência

A proposta de reforma da Previdência traz um dispositivo que pode fazer com que a idade mínima para se aposentar passe dos 65 anos. Esse dispositivo permitiria elevar o piso da idade conforme aumentar a média de anos de vida da população depois da aposentadoria.

Os técnicos defendem que esse "gatilho" é necessário para que os efeitos da reforma sejam de longa duração. Temer vai enviar o texto da reforma da Previdência ao Congresso em novembro, e caberá a ele deixar ou vetar esse dispositivo.

Leia mais



Juros altos

A taxa de juros do cheque especial subiu em agosto e atingiu 321,1% ao ano, segundo dados do Banco Central. É a taxa mais alta desde julho de 1994, quando a pesquisa começou a ser feita. Os juros do rotativo do cartão de crédito também tiveram alta e ficaram em 475,2% ao ano. Também é a maior taxa registrada desde 2011, início da série histórica.

Vale lembrar que esses são números médios e podem variar para cada situação específica, porque os bancos oferecem taxas diferentes de acordo com o plano contratado e a relação do cliente com a instituição.

Leia mais



Fusão de cervejarias

Os acionistas da empresa britânica SABMiller aprovaram hoje a venda da empresa para a AB Inbev, de capital belga e brasileiro, que tem como um dos sócios o brasileiro Jorge Paulo Lemann. A fusão, uma das maiores da história, tira o último obstáculo para a criação da maior empresa de cervejas do mundo.

A venda movimentou 79 bilhões de libras, ou US$ 104 bilhões. O negócio cria um gigante que reúne marcas populares como Corona, Stella Artois, Budweiser, Fosters's e Coors. Atualmente, as duas companhias produzem em conjunto quase 60 bilhões de litros de cerveja por ano, três vezes mais que a terceira companhia do setor, a holandesa Heineken.

Leia mais



Em queda livre

O Brasil caiu seis posições e ocupa agora o 81º lugar no Relatório Global de Competitividade, ranking anual que engloba 138 países. É a pior colocação do país desde 2007, início do levantamento.

Com isso, o Brasil ficou atrás de países como Ruanda (52º), Sri Lanka (71º) e Irã (76º). A crise econômica e política, o sistema tributário e problemas de infraestrutura são alguns dos fatores que contribuem para essa queda.

Leia mais


Indústria confiante[

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) aumentou em setembro e registrou o maior nível desde julho de 2014. O indicador, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), subiu 2,1 pontos em relação a agosto, para 88,2 pontos. Na comparação com setembro de 2015, houve elevação de 14,3 pontos.

A expansão no mês atingiu 12 dos 19 segmentos pesquisados e foi determinada tanto pela melhora das expectativas quanto das avaliações sobre a situação atual, de acordo com a FGV.

Leia mais



Atenção, senhores passageiros...

As companhias aéreas estão preocupadas com o mau comportamento de passageiros. Nos últimos 12 meses, 60% das empresas tiveram rotas de voos desviadas por causa de problemas causados em pleno voo.

No ano passado, o número desses ''inconvenientes'' no mundo chegou a quase 11 mil. Poderia ser engraçado, mas não é: esse tipo de situação está entre as principais preocupações das tripulações relacionadas à segurança nas alturas. Os dados são da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata).

Leia mais



Agenda

Amanhã vai ser divulgado o resultado primário do Governo Central, que mostra a soma dos resultados do Banco Central, da Previdência e do Tesouro Nacional.

A FGV vai divulgar o IGP-M de setembro. O índice é usado como referência para correção de valores de contratos como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos