Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta terça, 01 de novembro

Vinícius Garcia

Do UOL, em São Paulo

Mercado em movimento

A Bovespa teve queda de 2,46%, para 63.326,42 pontos. A baixa, a maior desde 13 de setembro, foi puxada pelo mau desempenho das ações da Petrobras e dos bancos.

No mercado de câmbio, o dólar subiu 1,6%, cotado em R$ 3,241. Essa é a maior alta percentual desde 13 de setembro. A moeda acumula alta de 1,4% na semana.

Leia mais
 

 

Repatriação bate meta

A arrecadação com impostos e multas da regularização de recursos ilegais mantidos no exterior somou R$ 50,9 bilhões. Os dados são da Receita Federal.

Assim, o governo atingiu a meta de arrecadação de R$ 50 bilhões. Os recursos devem ser usados para amenizar o deficit deste ano e servir de reserva para riscos fiscais.

Leia mais
 

Outubro de exportação

As exportações superaram as importações em US$ 2,3 bilhões e registraram o melhor resultado para outubro desde 2011. O saldo positivo no acumulado do ano é de US$ 38,5 bilhões, três vezes maior do que o mesmo período de 2015.

Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Leia mais

 

Produção industrial

Depois de registrar queda por dois meses seguidos, a indústria brasileira voltou a dar algum sinal positivo. Em setembro, na comparação com agosto, a produção do setor subiu 0,5%.

Já na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a produção caiu 4,8%. No acumulado do ano, a queda na produção foi de 7,8%. Os dados foram divulgados pelo IBGE

Leia mais
 

Luz amarela

A conta de luz vai voltar a incluir a cobrança da taxa extra, a chamada bandeira tarifária. Em novembro será implementada a chamada bandeira amarela: isso significa que, a cada 100 kWh consumidos, será cobrado R$ 1,50 a mais.

A cobrança extra é implementada em períodos de pouca chuva, o que força o governo a acionar as usinas termelétricas para compensar a menor produção das hidrelétricas. A informação foi divulgada pela Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel.

Leia mais

 

Reajuste no preço do gás

Entrou em vigor hoje o aumento no preço do gás de cozinha. A Petrobras anunciou uma alta de 4% para as distribuidoras por causa de mudanças nos contratos de venda do gás. Agora as distribuidoras vão ser cobradas pelo uso da infraestrutura da estatal.

O aumento vai depender da região e do tipo de contrato com a distribuidora. O que se sabe é que o maior impacto vai acontecer na região Nordeste.

Leia mais

 

Agenda da semana

Amanhã os mercados brasileiros estarão fechados por causa do feriado. Mas tem atividade lá fora. Os EUA divulgam a nova taxa de juros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos